Esporte

Serena teme por sua família após tragédia de Dallas

09/07/2016 15h22

Londres, 9 Jul 2016 (AFP) - Depois de conquistar o sétimo título de sua carreira em Wimbledon, a tenista americana Serena Williams se disse "triste" com o tiroteio que deixou cinco policiais mortos em Dallas e disse temer por sua família em meio ao conflito racial nos Estados Unidos.

"Tenho sobrinhos e penso neles. Tenho que ligar para eles e falar: 'não saia de casa'", lamentou a campeã de 34 anos, que igualou a marca da alemã Steffi Graf ao somar 22 títulos em Grand Slams.

"Eu digo isso com grande preocupação, porque o que vem acontecendo é devastador. Meus sobrinhos são bons meninos", insistiu.

Na noite de quinta-feira, cinco policiais foram mortos por um franco-atirador em um protesto contra a violência das autoridades contra jovens negros.

"Não acho que a resposta seja continuar atirando contra jovens negros", opinou Serena.

"A violência não é a resposta. O que aconteceu nesse tiroteio em Dallas é muito triste. Ninguém merece perder a vida, independentemente da cor da sua pele, ou da sua origem. Somos todos humanos", completou.

A violência já afetou a família Williams no passado. Em setembro de 2013, Yetunde Price, meia-irmã de Serena, morreu baleada em Campton, bairro violento de Los Angeles onde a campeã cresceu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo