Esporte

Ancelotti não pretende 'fazer revolução' no Bayern

11/07/2016 18h38

Munique, Alemanha, 11 Jul 2016 (AFP) - No seu primeiro dia como técnico do Bayern de Munique, o italiano Carlo Ancelotti prometeu nesta segunda-feira que "não vai fazer a revolução" no clube, que foi treinado por Josep Guardiola nas últimas três temporadas, e elogiou o futebol ofensivo praticado pela equipe.

"Não estou aqui para fazer a revolução", garantiu o treinador de 57 anos em entrevista coletiva.

"O trabalho realizado por Guardiola é fantástico e pretendo obviamente manter esse estilo de jogo", acrescentou o italiano, que respondeu às perguntas em inglês, depois de uma breve introdução em alemão.

Essa é a primeira diferença com Pep, que fez questão de estudar para poder se expressar no idioma de Goethe logo na primeira coletiva.

"Eu sei muito bem que o Bayern defende a ideia de um futebol ofensivo. Adoro futebol ofensivo", lembrou o treinador, que em todos seus trabalhos mostrou um estilo bastante pragmático, com muito rigor tático.

"Eu me sinto muito bem porque estou em um dos maiores clubes do mundo", afirmou Ancelotti, que ficou um ano parado depois de sair do Real Madrid, que deixou ao final da temporada retrasada, e com o qual conquistou a Liga dos Campeões em 2014.

Seu objetivo com o Bayern é conquistar a competição europeia, coisa que Guardiola não conseguiu em três anos, caindo sempre nas semifinais. Ancelotti já levantou a 'Taça Orelhuda' três vezes, duas com o Milan (2003 e 2007) e a outra com o Real.

'Carletto', que assinou um contrato de três anos com o Bayern, vai conhecer seu quinto grande campeonato europeu, depois da Série A italiana (Milan, Juventus), da Premier League (Chelsea), da Liga Espanhola (Real Madrid) e da Ligue 1 (Paris Saint-Germain).

Ancelotti encontrou uma mensagem de Guardiola na parede da sua sala na sede do Bayern.

O italiano já conta com dois reforços de peso para a próxima temporada, o zagueiro Mats Hummels, contratado por 35 milhões de euros junto ao Borussia Dortmund, e o jovem meia Renato Sanches, grande revelação da seleção portuguesa campeã da Eurocopa.

De acordo com o presidente do Bayern, Karl-Heinz Rummenigge, "a porta não está fechada" para novas contratações.

A estreia de Ancelotti no comando do time bávaro será justamente contra o Manchester City de Guardiola, em amistoso marcado para o dia 20 de julho.

O primeiro jogo na Bundesliga será no dia 26 de agosto, contra o Werder Bremen.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo