Esporte

TAS adia decisão sobre Sharapova e russa está fora dos Jogos Olimpícos

11/07/2016 08h38

Lausanne, Suíça, 11 Jul 2016 (AFP) - A decisão do Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) sobre a tenista russa Maria Sharapova, suspensa por dois anos por doping (Meldonium), foi adiada para setembro, o que significa que a atleta está fora dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Ao ser questionado sobre a ausência de Sharapova do Rio-2016, o TAS respondeu de maneira curta: "Sim, está correto".

O TAS deveria inicialmente emitir seu veredicto até 18 de julho sobre o dossiê Sharapova, que busca se beneficiar de uma anulação ou de uma suspensão para poder participar dos Jogos Olímpicos do Rio (5-21 de agosto), para os quais foi selecionada pela Federação Russa de Tênis.

"A pedido das partes, que desejavam tempo para apresentar elementos que respondam as diferentes perguntas, as partes concordaram em não precipitar o recurso. Uma decisão é aguardada até 19 de setembro", afirma o TAS em um comunicado.

A tenista russa foi suspensa por dois anos pela Federação Internacional de Tênis (ITF) em 8 de junho pelo uso do Meldonium, um medicamento que passou a integrar a lista de substâncias proibidas em janeiro.

O remédio, utilizado para a prevenção de infartos, está catalogado como hormônio e modulador metabólico (grupo S4) desde 1º de janeiro de 2016.

A atleta, de 29 anos, havia sido selecionada pela Federação Russa de Tênis para a Rio-2016, apesar do resultado positivo de doping, anunciado em março.

A própria Sharapova informou ter sido flagrada no teste antidoping em 7 de março em Los Angeles e admitiu que continuou utilizando o Meldonium em 2016. Ela reconheceu que não tinha consciência de que a proibição estava em vigor.

A russa, campeã de cinco torneios de Grand Slam, explicou que tomava o medicamento sob prescrição médica há 10 anos para tratar um déficit de magnésio, uma arritmia cardíaca e pelo risco de sofrer diabetes por seu histórico familiar.

A suspensão de Sharapova começou a vigorar no dia 26 de janeiro, dia do resultado positivo de seu exame no Aberto da Austrália. Se o TAS confirmar a decisão inicial, a russa não poderá voltar às quadras até 25 de janeiro de 2018.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo