Esporte

São Paulo busca milagre para alimentar sonho do tetra na Libertadores

12/07/2016 14h30

Medellín, Colômbia, 12 Jul 2016 (AFP) - Depois da derrota contundente por 2 a 0 em pleno Morumbi, o São Paulo volta a enfrentar o Atlético Nacional nesta quarta-feira, em Medellín com a dura missão de reverter o prejuízo fora de casa para se classificar à final da Copa Libertadores.

Na última quarta-feira, o time colombiano, que teve a melhor campanha na fase de grupos, deu uma verdadeira aula de futebol ao tricolor, com toque de bola envolvente que vem encantando o continente desde o início do torneio.

Sentindo bastante os desfalques de Kelvin e Paulo Henrique Ganso, o São Paulo chegou até a dominar o primeiro tempo, com mais possa de bola, mas virou presa fácil quando Maicon foi expulso infantilmente no meio da segunda etapa.

No estádio Atanasio Girardot, que promete ter casa cheia com 40.000 torcedores apaixonados, os comandados de Edgardo Bauza não têm direito ao erro e precisam fazer a partida perfeita em Medellín.

Só assim terão alguma chance de manter vivo o sonho de acabar com 11 anos de espera pelo tetracampeonato na Libertadores, depois dos títulos de 1992, 1993 e 2005.

A fé de 'Patón' e LuganoApesar da situação delicadíssima, 'Patón' Bauza ainda acredita na virada. "Chegamos à Colômbia com a ideia de reverter isso", prometeu.

O treinador ainda quer tentar a última cartada antes de focar no Brasileirão, por isso poupou vários titulares, como Thiago Mendes, Michel Bastos, Calleri e João Schmidt no último domingo, na vitória por 3 a 0 sobre o América-MG.

A principal boa notícia é a volta de Centurión, que teve boas atuações nessa Libertadores.

Ganso, que está sendo negociado pelo Sevilla, não poderá ser escalado e a expectativa é que o experiente Lugano, ídolo da torcida tricolor, seja escalado no lugar de Maicon, suspenso por conta da expulsão na partida de ida. O uruguaio acredita que o peso da camisa tricolor pode carregar o time rumo à virada.

Nessa campanha da Libertadores, o São Paulo já mostrou que era capaz de reagir quando parecia estar no fundo do poço, com o empate heroico em 1 a 1 arrancado diante do The Strongest na altitude de La Paz, garantindo de forma dramática a classificação para o mata-mata.

Brilho antes do desmanche Com campanha impecável na competição, o Atlético Nacional tem outras preocupações.

O clube 'verdolaga' quer aproveitar o grande momento do time atual para conquistar seu segundo título da Libertadores (o primeiro foi em 1989) antes de perder seus principais jogadores para mercados mais fortes.

O atacante Copete já foi embora, contratado pelo Santos. Outras saídas ainda estão por vir. O técnico Reinaldo Rueda confirmou na segunda-feira que o jovem Marlos Moreno, de apenas 19 anos, está prestes a ser vendido ao Manchester City, que o emprestaria ao Deportivo La Coruña.

"A saída de Marlos está muito próxima, é uma decisão já tomada pelos seus representantes. Tomara que isso não o desvie de seus objetivos", lamentou Rueda, resignado.

O volante Sebastián Pérez, que como Moreno disputou a Copa América do Centenário com a seleção colombiana, no mês passado, nos Estados Unidos, também está com dias contados, por estar na mira do Sevilla.

"Nesses casos, sou o último a me dar conta de tudo. Os jogadores não são meus", desabafou o treinador, que sucedeu a Juan Carlos Osorio, contratado justamente pelo São Paulo no ano passado pelo ótimo trabalho realizado na montagem desse time acabou estourando nesta temporada.

Osorio acabou indo para a seleção Mexicana e o São Paulo é comandado hoje por Bauza, um técnico com estilo bem mais pragmático, mas que conhece o caminho das pedras para ganhar a Libertadores, troféu que conquistou em 2008, com a LDU, do Equador, e em 2014, com o San Lorenzo.

Se conseguir reverter a situação adversa, o tricolor terá pela frente o vencedor do confronto entre Boca Juniores e Independiente Del Valle, que se enfrentam na quinta-feira, na 'Bombonera'.

Os equatorianos surpreenderam a todos na partida de ida, ao vencer o tradicional time argentino de virada por 2 a 1.

Prováveis escalações:

Atlético Nacional: Franco Armani - Daniel Bocanegra, Dávinson Sánchez, Alexis Henríquez, Farid Díaz - Alexander Mejía, Sebastián Pérez, Macnelly Torres, Marlos Moreno, Alejandro Guerra - Miguel Borja. T: Reinaldo Rueda.

São Paulo: Denis - Bruno, Diego Lugano, Rodrigo Caio, Eugenio Mena - Thiago Mendes, João Schmidt, Michel Bastos, Ytalo - Ricardo Centurión e Jonathan Calleri. T: Edgardo Bauza.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo