Topo

Esporte

Agência americana Antidoping acusa COI de 'não ter agido como líder'

24/07/2016 13h19

Los Angeles, 24 Jul 2016 (AFP) - A Agência Antidoping dos Estados Unidos (Usada) lamentou neste domingou o fato de o Comitê Olímpico Internacional (COI) "não ter agido como líder" ao deixar de banir a Rússia dos Jogos Olímpicos do Rio.

"De forma decepcionante, em resposta ao momento mais importante para atletas limpos e pela integridade dos Jogos Olímpicos, o COI se recusou a agir como um líder determinante", criticou o diretor executivo da Usada, Travis Tygart, em um comunicado.

"A decisão a respeito da participação da Rússia a desordem que resulta desta decisão são uma má notícia significativa para os direitos dos atletas limpos", completou.

O COI decidiu neste domingo manter a participação do Comitê Olímpico Russo aos Jogos do Rio, apesar de o relatório McLaren ter denunciado na segunda-feira um esquema de doping sistemático, supervisionado pelas autoridades do país.

A entidade olímpica deixou por conta das Federações Internacionais de cada esporte a responsabilidade por escolher os atletas 'limpos' que poderão ir ao Rio, desde que atendam critérios rigorosos.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte