Esporte

Putin prevê Jogos do Rio-2016 "com menos brilho" sem atletas russos excluídos

27/07/2016 15h33

Moscou, 27 Jul 2016 (AFP) - Ao contar com uma delegação russa enfraquecida, os Jogos Olímpicos do Rio terão menos brilho, previu nesta quarta-feira o presidente da Rússia, Vladimir Putin, ao receber com grande pompa a delegação olímpica do país e os atletas impedidos de viajar ao Brasil devido ao escândalo de doping.

Em cerimônia realizada no Kremlin, sede do governo, o presidente russo, apaixonado por esporte, criticou a decisão "além de qualquer compreensão" do Comitê Olímpico Internacional (COI) de excluir os atletas do país.

Putin afirmou que a ausência de atletas russos fará com que os Jogos Olímpicos sejam "menos espetaculares" e as vitórias dos outros atletas "terão menos brilho" devido à ausência de seus adversários russos, completando que essas "injustas" suspensões "foram uma punhalada no esporte mundial como um todo".

Enquanto isso, as federações internacionais continuam fazendo suspense em relação aos atletas russos que poderão ou não participar dos Jogos do Rio, a pedido do COI, que exige que os russos que tenham antecedentes em casos de doping ou que apareçam no relatório McLaren sejam vetados do evento.

Para os 16 integrantes da equipe de esgrima, entre eles dois campeões do mundo, o suspense terminou nesta quarta-feira: a Federação Internacional de Esgrima, presidida pelo oligarca russo Alicher Ousmanov, autorizou todos a competir no Rio.

Muitas federações internacionais, porém, ainda não se pronunciaram. Com isso, dos 387 atletas russos convocados aos Jogos, 279 ainda estão aptos a participar da competição.

- Lágrimas de Isinbayeva -Grandes nomes do esporte mundial, porém, não tem mais esperança de viajar ao Rio, como o campeão dos 110 m com barreiras Sergey Shubenkov e a bicampeã olímpica do salto com vara Yelena Isinbayeva, ambos presentes na cerimônia presidida por Putin.

Entre lágrimas, Isinbayeva discursou diante da delegação russa, criticou ter sido excluída "grosseiramente" dos Jogos e pediu aos atletas do país que "mostrem ao mundo o que vocês sabem fazer".

Após discurso de Putin, os atletas russos foram benzidos pelo patriarca da igreja ortodoxa Kirill, na catedral do Kremlin.

Grande parte da delegação russa chegará no Rio na sexta-feira. Alguns atletas do país já estão na 'Cidade Maravilhosa' para se aclimatarem ao ambiente.

Para que um atleta russo seja autorizado a participar dos Jogos, o COI estabeleceu três critérios inegociáveis: não ter sido punido por doping, não ter sido citado no relatório McLaren, investigação que denunciou o doping estatal na Rússia, e conseguir apresentar exames negativos realizados fora do território russo.

- Campo jurídico -Após a Federação Internacional de Atletismo (Iaaf) excluir 67 dos 68 atletas russos convocados pelo Comitê Russo (ROC) para os Jogos do Rio, foi a fez do remo fazer um estrago: 22 dos 28 remadores foram vetados.

Na canoagem, cinco membros da equipe, entre eles Alexander Dyachenko, atual campeão olímpico do K2 200 m, foram suspensos. No pentatlo, outros três, inclusive Ilia Frolov, tricampeão do mundo, enquanto os atuais campeões olímpicos de vôlei não poderão contar com Alexander Markine.

Sete nadadores, dois levantadores de peso, um lutador e um velejador também foram excluídos do Rio-2016.

Alguns dos atletas vetados, porém, querem recuperar o direito de viajar ao Rio no campo jurídico. É o caso de Yulia Efimova, tetracampeã do mundo da natação nos 200 metros peito.

A nadadora foi a primeira a anunciar na segunda-feira que entrou com recurso no Tribunal Arbitral do Esporta (TAS), na Suíça. A federação de remo fez o mesmo para defender seus três atletas excluídos.

Já a russa Yuliya Stepanova, especialista dos 800 m e uma das delatoras responsável pela investigação sobre o caso de doping estatal na Rússia, pediu na terça-feira ao COI que reconsiderasse a decisão.

mp-all/gmo/iga/am

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo