Esporte

Higuain justifica saída do Napoli por desentendimento com cartola

28/07/2016 17h03

Turim, Itália, 28 Jul 2016 (AFP) - O atacante argentino Gonzalo Higuaín, que se tornou o terceiro jogador mais caro da história ao ser vendido por 90 milhões de euros à Juventus pelo Napoli, justificou a saída ao afirmar que não queria ficar "um minuto a mais" ao lado do presidente do clube, Aurelio De Laurentiis.

-Como você reage ao fato de que sua saída do Napoli para um rival direto foi vista como "traição" por Aurelio De Laurentiis e pelos torcedores napolitanos?

"Não foi uma escolha fácil, mas depois de três anos em Nápoles, estava na hora de mudar. A maneira de pensar de De Laurentiis não é a minha. Não posso dizer nada além disso, mas essa escolha foi motivada por ele também. Minha escolha foi manter o silêncio e não pensar em tudo que estava acontecendo. De Maurizio Sarri (técnico do Napoli), só posso dizer coisas boas. Ele me ajudou a crescer e quero saudá-lo sinceramente. Se ele está zangado, eu sinto muito, tudo que posso dizer é 'obrigado'. Passei três anos maravilhosos em Nápoles e só posso agradecer a torcida por todo o amor que me deu. Li qui muita gente me xingou, posso dizer que entendo essa raiva, mas fiz a escolha que tinha que ser feita".

-Porque você escolheu justamente a Juventus?

"Escolhi a Juve porque pensei que seria a melhor opção para mim. Vim aqui para ganhar. Quero mostrar meu valor, conquistar o maior número de títulos possíveis. Todo mundo conhece a Juventus. É um grande time, com mentalidade vencedora. Por isso estou aqui, e agradeço o clube pelo grande esforço fornecido para me contratar. Eu vou fazer uma grande temporada, agora preciso estar à altura do valor gasto".

-Como você vê sua integração no elenco da Juve?

"A Juve joga com todos e para todos. O que conta não é o indivíduo, é o coletivo. O que faz a força da Juve é seu elenco. Não tive problemas com outros atacantes, a equipe ganha com seu coletivo. A defesa é muito forte, o elenco tem grande jogadores. Eu me dou muito bem com Paulo Dybala (também argentino, artilheiro do time na temporada passada), podemos alcançar grandes coisas juntos."

Declarações colhidas em entrevista coletiva.

jd-mau/fcc/sk/lg

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo