Topo

Esporte

Polícia dispersa manifestantes durante passagem da tocha por Niterói

02/08/2016 21h46

Niterói, Brasil, 3 Ago 2016 (AFP) - Horas antes da chegada da tocha olímpica no Rio de Janeiro, a chama foi alvo de novos protestos, nesta terça-feira, ao passar pelas cidades de São Gonçalo e Niterói.

Manifestantes que defendem o boicote aos Jogos do Rio enfrentaram a polícia em Niterói, onde os agentes utilizaram gás de pimenta e detiveram ao menos dois manifestantes.

O protesto, convocado pelas redes sociais, não conseguiu se aproximar da tocha olímpica, já que os organizadores modificaram o percurso para driblar os manifestantes.

"Adiantamos o percurso por cerca de 600 metros, por questões de segurança, diante da manifestação", revelou um porta-voz da organização dos Jogos.

Medida similar foi adotada mais cedo em São Gonçalo, onde a polícia deteve três pessoas em outra manifestação contra os Jogos.

Imagens de sites mostram a polícia utilizando gás de pimenta contra os manifestantes, muitos com os rostos cobertos e vestidos de preto.

Na semana passada, algo similar ocorreu na cidade de Angra dos Reis, quando manifestantes atacaram o cortejo da tocha e foram dispersados com violência pela polícia.

Após percorrer cerca de 300 cidades, a tocha chegará ao Rio nesta quarta-feira, onde será carregada pelo prefeito da cidade, Eduardo Paes. A pira olímpica, no estádio do Maracanã, será acesa no dia 5 de agosto.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte