Esporte

TAS rejeita recursos de 17 remadores russos excluídos dos Jogos do Rio

02/08/2016 21h17

Rio de Janeiro, 3 Ago 2016 (AFP) - O Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) rejeitou nesta terça-feira os recursos de 17 membros da seleção russa de remo que foram excluídos dos Jogos Olímpicos do Rio pela Federação Internacional da modalidade (Fisa), anunciou um dirigente do TAS à AFP.

Esta foi a primeira resposta da mais alta juridição esportiva baseada em Lausanne, que opera no Rio durante o período olímpico, a respeito dos recursos apresentados por 30 atletas russos banidos pelas suas federações internacionais respectivas, após a divulgação no dia 18 de julho do relatório McLaren, que denunciou o esquema de doping de Estado no país.

Na manhã desta terça-feira, representantes de outros dois atletas anunciaram que recorreram ao TAS, os nadadores Vladimir Morozov e Nikita Lobintsev, que afirmaram na imprensa russa que ambos foram autorizados a disputar os Jogos.

Apesar desse anúncio, nem o TAS nem a Federação Internacional de Natação confirmaram a informação.

Mesmo que o TAS realmente tenha dado razão a Morozov e Lobintsev, a decisão final é do COI, que formou um painel encarregado de avaliar as listas de atletas autorizados a disputar os Jogos pelas suas respectivas federações internacionais.

No dia 21 de julho, o TAS já tinha rejeitado o recurso de 67 atletas russos excluídos pela Federação Internacional de Atletismo (IAAF).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo