Esporte

Rio-2016/Futebol feminino: declaração de Vadão (Brasil-China)

03/08/2016 19h07

Rio de Janeiro, 3 Ago 2016 (AFP) - Vadão (técnico da seleção brasileira): "É minha primeira Olimpíada e não poderei ir à Abertura. A Mônica não quis falar, mas eu sou o carrasco que não permitiu a elas participar da cerimônia, mas também me puni, eu não vou. (Sobre Marta) Ela vinha com algumas dores e tomou uma pancada no tornozelo, então resolvemos tirá-la. Mas é por isso que ela é Marta. Ficou reclamando que a gente tirou. Mas precisávamos poupá-la. (Sobre a Suécia, próxima adversária do Brasil) Não vejo muito ponto na Suécia, uma equipe muito forte. É por isso que Marta joga lá, disputando Champions League. Elas têm muitas qualidades, são altas e o jogo aéreo faz muita diferença no futebol feminino".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo