Esporte

Sarah Menezes garante que não sente pressão a dois dias de tentar o bi olímpico

04/08/2016 19h00

Rio de Janeiro, 4 Ago 2016 (AFP) - Única judoca brasileira a ter conquistado o ouro olímpico, há quatro anos, em Londres, Sarah Menezes esbanjou tranquilidade nesta quinta-feira, a dois dias de entrar no tatame para tentar o conquistar o bicampeonato em casa, nos Jogos do Rio.

"Existe um pouco de pressão, com certeza, mas procuro não ficar com isso na cabeça, sou uma pessoa muito calma, muito tranquila. Não ligo muito para isso, prefiro deixar essa pressão toda em cima de todos vocês mesmo (os jornalistas). Sei que vou entrar no tatame para lutar", disse a piauiense de 26 anos na Vila Olímpica, onde chegou nesta quinta-feira, depois de uma temporada de treinos em Mangaratiba, a cerca de 1h30 do Rio.

Sarah sabe que mudou de patamar desde Londres, mas garante que "ainda é a mesma pessoa", embora esteja se expressando com muito mais desenvoltura que em 2012, quando a menina tímida de 22 anos encantou o Brasil com seu choro de alegria ao conquistar a medalha de ouro.

"A única coisa que mudou é o fato de ter mais responsabilidade, por ter que defender o título. Antes, eu não era ninguém, apenas uma atleta como todas. Hoje, sou a atleta a ser batida. O desafio agora é conquistar mais um ouro", avisa.

O sorteio das chaves das competição de judô, realizado na tarde desta quinta-feira, deixou Sarah folgar na primeira rodada, para encarar em seguida a vencedora do confronto entre Charline Van Snick, da Bélgica, e a romea Monica Ungureanu.

Van Snick é uma velha conhecida: foi derrotada por Sarah na semifinal dos Jogos de Londres, mas venceu as últimas duas lutas entre as duas, no Mundial de Astana-2015, e em fevereiro deste ano, no Grand Slam de Paris.

"Na categoria, tem mais de dez atletas que podem surpreender. Todas as lutas são importantes, não tem como relaxar, até o final. No judô, sempre procuramos a perfeição, e tentei evoluir em todos os aspectos", analisou.

Submetida a uma rigorosa dieta para 'bater o peso', a campeã olímpica não vê a hora de subir na balança pela última vez.

"Amanhã, vai ser o melhor dia, depois da pesagem. Vai dar para hidratar, comer, descansar. Depois, é colocar tudo para fora, tudo que foi treinado", completou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo