Esporte

Russa delatora não recorrerá ao TAS por direito de competir nos Jogos-2016

05/08/2016 17h26

Rio de Janeiro, 5 Ago 2016 (AFP) - A atleta russa Yulia Stepanova, delatora que originou a investigação sobre o esquema de doping de Estado na Rússia e excluída dos Jogos do Rio-2016, não irá recorrer ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), anunciou a atleta em comunicado publicado nesta sexta-feira.

"Temos uma grande tristeza e decepção", escreveram Stepanova e seu marido, Vitali Stepanov.

"Acreditamos que ao impedir a Yuliya de participar da competição, estão enviando uma mensagem de que o código mundial antidoping e os valores do olimpismo são apenas palavras escritas em papel. Por consequência, não iremos recorrer ao TAS", explicam.

Os testemunhos de Stepanova, atleta dos 800 metros, e de seu marido, ex-dirigente da agência russa antidoping, originaram a investigação que terminou na suspensão da federação de atletismo da Rússia.

Stepanova foi suspensa dois anos por anomalias em seu passaporte biológico entre 2011 e 2013, mas a Federação Internacional de Atletismo (Iaaf) declarou que a atleta estava apta a disputar a competição graças a sua colaboração na investigação.

Com isso, pôde participar dos campeonatos europeus de atletismo de julho, em Amsterdã.

O caso de Stepanova, porém, representava um problema para o Comitê Olímpico Internacional (COI), que decidiu que qualquer atleta russo com histórico de doping seria excluído dos Jogos do Rio.

"Estamos decepcionados porque o COI não levou em consideração os riscos corridos por Yuliya e os prejuízos a sua carreira ao colocar em evidência as trapaças russas e ao estar à altura dos ideais do código mundial antidoping", criticou o casal.

"Para ela, foi um verdadeiro choque ser classificada como 'não suficientemente' ética para participar dos Jogos pelo COI", concluíram.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo