Esporte

A pira está acesa, começa a busca por medalhas

06/08/2016 08h08

Rio de Janeiro, 6 Ago 2016 (AFP) - No dia seguinte de uma cerimônia de abertura que exaltou a diversidade do Brasil, em ritmo de festa e com apelo para a preservação do planeta, o esporte volta a ser o protagonista nos Jogos do Rio, com as primeiras 12 medalhas de ouro sendo distribuídas neste sábado.

Acesa por Vanderlei Cordeiro de Lima, a pira deixou o Maracanã para iluminar a praça Pio X, na frente da Igreja de Nossa Senhora da Candelária, no Centro da Cidade.

O ex-maratonista, que virou exemplo de superação ao continuar correndo para buscar o bronze depois de ser agarrado por um ex-padre irlandês quando liderava a maratona dos Jogos de Atenas, em 2014, encerrou uma festa vibrante, dando início oficialmente o evento, que termina no dia 21 de agosto.

Quando entrou por último no desfile das delegações, o Time Brasil estava empolgadíssimo, pulando e dançando ao som de "Aquarela do Brasil", com Yane Marques rodopiando como uma porta-bandeira de escola de samba.

Neste sábado, a música que todo atleta sonha em ouvir é seu hino nacional no lugar mais alto do pódio.

A imensa maioria dos competidores que estreiam no primeiro dia oficial de competições não participou da cerimônia para manter o foco e evitar qualquer cansaço desnecessário.

A exceção é a craque Marta, eleita cinco vezes melhor jogadora do mundo de futebol feminino, que teve a honra de carregar a bandeira olímpica com outros grandes nomes do esporte do país no final da cerimônia.

Ela deve entrar em campo contra a Suécia, país onde joga com seu clube, depois de brilhar na estreia contra a China (3-0), na última quarta-feira.

- Trinca de Londres como exemplo -A primeira medalha brasileira pode vir com o jovem atirador Felipe Wu, de 24 anos, na pistola de ar de 10 m.

Antes disso, ele poderá torcer pela namorada, Rosane Ewald, que disputará a primeira competição do dia, a carabina de 10 m feminina, a partir de8h30, no complexo de Deodoro. Quem deve levar o primeiro ouro desses Jogos, porém, deve ser uma chinesa: as duas favoritas são a atual campeã olímpica Yi Siling, e sua compatriota Du Li.

Se Felipe Wu não subir ao pódio, haverá outras chances de medalha, com os judocas Sarah Menezes e Felipe Kitadai, que conquistaram ouro e prata em Londres-2012, respectivamente.

Na ocasião, o Brasil chegou até a liderar o quadro de medalhas no primeiro dia, com uma de cada cor, graças à prata de Thiago Pereira.

Desta vez, nadador de Volta Redonda não disputa a prova dos 400 medley, para focar apenas nos 200 m, mas o Brasil será bem representado, com o jovem Brandonn Almeida, de apenas 19 anos, atual campeão pan-americano da modalidade.

Como o superastro Michael Phelps só dará as primeiras braçadas no domingo, o destaque deve ficar por conta da participação controversa de Park Tae-hwan, nos 400 m nado livre.

Dono de quatro medalhas olímpicas o sul-coreano acaba de cumprir uma suspensão de 18 neses por ter sido flagrado em exame antidoping em 2014. O comitê nacional do seu país chegou a puní-lo com um gancho de três anos, mas a decisão foi derrubado pelo Tribunal Arbitral do Esporte (TAS).

- 'Dream Team' em quadra -A mais alta jurisdição esportiva continua bastante ativa nos bastidores: na noite de sexta-feira, na mesma hora em que começava a cerimônia de abertura, veio o anúncio de que a medalhista de bronze dos 200 m peito em Londres Yulia Efimova foi liberada para competir no Rio, assim como outros quatro nadadores russos.

Antes disso, Vladimir Morozov e Nikita Lobintsev, que também recorreram ante TAS, já tinham sido repescados pela Federação Internacional (FINA), portanto equipe de natação russa estará finalmente ao completo no Rio, apesar do mega escândalo de doping que abala o país.

Outro ponto alto deste sábado será a estreia da seleção americana de basquete masculino contra a China.

Com menos brilho que 'Dream Team' que encantou o mundo em 1992, em Barcelona, com Michael Jordan e Magic Johnson, a equipe não conta com os dois principais astros da NBA, Steph Curry e LeBron James, mas a presença de craques como Kevin Durant e Carmelo Anthony faz valer o ingresso.

No ciclismo de estrada, o percurso, com muitas ladeiras, que passa por cartões postais da cidade como a praia de Grumari e a Vista Chinesa, pode consagrar o britânico Chris Froome que acaba de se sagrar tricampeão da Volta da França.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo