Esporte

Brasil tem dia dourado graças à Rafaela Silva

08/08/2016 22h58

Rio de Janeiro, 9 Ago 2016 (AFP) - Ela chegou! A primeira medalha de ouro do Brasil nos Jogos Olímpicos Rio-2016 demorou a dar as caras, mas a judoca Rafaela Silva foi buscá-la, se tornando a primeira atleta do país a subir ao lugar mais alto do pódio e ouvir o hino nacional em casa.

Após dois dias de decepções no judô, a torcida carioca finalmente pôde comemorar o ouro, graças à Rafaela, que derrotou na final a mongol Sumiya Doorjsuren, conquistando a segunda medalha brasileira nos Jogos do Rio, depois da prata de Felipe Wu no tiro esportivo.

A carioca de 22 anos tornou-se a segunda mulher brasileira campeã olímpica no judô, depois de Sarah Menezes em Londres-2012.

Na ginástica, a medalha não veio, mas a equipe masculina saiu da Arena do Rio ovacionada pela torcida. O motivo? Um histórico 6º lugar na competição por equipe, um feito impressionante para uma equipe que nunca havia conseguido se classificar às finais da modalidade em Olimpíadas.

A seleção feminina de handebol do Brasil venceu a Romênia por 26-13, um resultado expressivo que representou uma vingança após a eliminação para a equipe europeia no último Mundial.

Depois do título mundial de 2013, as brasileiras sofreram uma derrota inesperada para as romenas nas oitavas de final do Mundial de 2015. A vitória desta segunda-feira, pelo Grupo A do Rio-2016, lavou a alma da equipe brasileira.

A seleção de polo aquático do Brasil venceu o Japão por 16 a 8, nesta segunda-feira pela segunda rodada da fase de grupos dos Jogos Olímpicos do Rio.

O resultado deixa o país muito perto da vaga nas quartas de final.

No tênis, um mix de alegria e tristeza. As duas duplas brasileiras entraram em quadra e o saldo foi uma vitória e uma derrota.

Bruno Soares e Marcelo Melo, grandes esperanças de ouro, não tomaram conhecimento do melhor tenista do mundo, Novak Djokovic, e de seu parceiro Nenad Zimonjic. Os brasileiros venceram por 2 sets a 0, duplo 6-4.

Mais cedo, Thomaz Bellucci e André Sá, responsáveis por uma verdadeira zebra na estreia, no domingo, quando eliminaram os britânicos Andy e Jamie Murray, segundos cabeças de chave, viram o sonho de medalha acabar, eliminados pelos italianos Andreas Seppi e Fabio Fognini.

No vôlei de praia Ágatha e Bárbara venceram as argentinas Ana Gallay e Georgina Klug (21-11, 21-17), se aproximando da classificação às oitavas.

Mas Alison e Bruno Schmidt foram derrotados na segunda rodada do Grupo A do torneio de vôlei de praia pela dupla austríaca Clemans Doppler e Alexander Horst (23-21, 16-21 e 15-13).

No basquete feminino, mais uma decepção. Derrotadas na estreia pela Austrália, as meninas do Brasil sofrendo o segundo revés no Grupo A dos Jogos, desta vez para o Japão, 82-66, e amarga a lanterninha da chave, com chances remotíssimas de classificação ao mata-mata.

A FAÇANHA: Rafaela SilvaA judoca carioca de 24 anos, nascida e criada na Cidade de Deus, favela na zona Oeste do Rio, viveu o pior dia de sua carreira no dia 30 de julho de 2012. Na capital inglesa, ela despontava como uma das favoritas da categoria até 57 kg, mas foi desclassificada por causa de um golpe ilegal, quando atacou com as mãos as pernas da adversária. Chegou a pensar em desistir do judô, mas deu a volta por cima e "como uma fênix", como ela mesma define, conquistou o título olímpico da categoria nesta segunda-feira, nos Jogos Olímpicos em sua casa.

A DECEPÇÃO: Natação brasileiraJá era certo que uma medalha na natação seria um feito e tanto para o Brasil, mas a atuação da equipe nos três primeiros dias de competição nos Jogos Olímpicos Rio-2016 tem sido uma verdadeira decepção, com poucas finais e muitas eliminações. Nesta segunda-feira, o cenário foi ainda pior: nenhum atleta do país nas quatro finais da noite, nos 200 m livre masculino, 100 m costas feminino e masculino e nos 100 m peito feminino.

AS FRASES:- "Ele falaram que judô não era para mim, que eu era uma vergonha para minha família, que lugar de macaco era na jaula e não na Olimpíada. Mas o ícone do meu esporte é o francês Teddy Riner, que é negro, então não faz o menor sentido", desabafou a judoca de ouro do Brasil Rafaela Silva, referindo-se aos comentários racistas que recebeu na internet após a eliminação em Londres-2012 por um golpe ilegal. Será que esses internautas covardes vão se pronunciar agora?

- "A gente fez nossa parte. Fico triste de não ter dado meu 100% no solo, mas feliz de ter ajudado nos outros aparelhos. Quando compito por equipes, normalmente me sinto um pouco mais nervoso, um pouco mais tenso. Eu compito seis aparelhos. A responsabilidade é um pouco maior, a minha cobrança é maior, porque sei que posso fazer a diferença para o Brasil", lamentou o ginasta Sergio Sasaki, que ao cair duas vezes na apresentação no solo acabou prejudicando a pontuação do Brasil na competição por equipes.

- "Eu acho que é o melhor lugar para navegar no mundo, em um sentido técnico. É muito difícil. O vento muda muito por causa das montanhas", afirmou a velejadora dinamarquesa Anette Viborg, que foi só elogios às condições encontradas na tão criticada Baia de Guanabara, após o primeiro dia de regatas da vela.

A HISTÓRIA:Arthur Zanetti, campeão olímpico de ginástica nas argolas, só foi solicitado uma vez na competição por equipes, quando ajudou o Brasil com boa participação em seu aparelho favorito. Mas quem acha que o paulista se contenta em assistir e apoiar os companheiros do banco nos outros exercícios está muito enganado. Ao fim de uma apresentação, ele é o primeiro a correr para o aparelho e fazer os ajustes necessários para o próximo atleta brasileiro, seja espalhando magnésio nas barras ou ajeitando o trampolim na distância certa.

"Isso é equipe. Eu não estou competindo no aparelho mas estou lá para ajudar de alguma forma. Eu estava ali para passar magnésio nos aparelhos, mel... A gente tá la para dar mais apoio a eles para que eles fiquem bem confortáveis para subir e dar o melhor de si", explica o aplicado ginasta.

am

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo