Esporte

Comitê Paralímpico Russo está disposto a lutar contra suspensão

08/08/2016 12h55

Moscou, 8 Ago 2016 (AFP) - O Comitê Paralímpico Russo, suspenso pelo Comitê Paralímpico Internacional (CPI) pelo escândalo de doping em seu país, declarou nesta segunda-feira que está disposto a lutar e se mostrou convencido de poder vencer a batalha para estar nos Jogos que serão realizados em setembro no Rio de Janeiro.

"Vamos defender nosso ponto de vista, segundo o qual é preciso punir os culpados e absolver os inocentes", declarou o presidente do Comitê Paralímpico Russo, Vladimir Lukin, em uma coletiva de imprensa.

"Se for necessário buscaremos uma solução judicial", acrescentou, depois de ter anunciado na véspera sua intenção de recorrer ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS).

"Nossa equipe continua se preparando para os Jogos Olímpicos", ressaltou Lukin.

O CPI anunciou no domingo a suspensão dos russos pelo escândalo de doping estatal detalhado pela comissão McLaren. Ele priva o país de participar dos Jogos Paralímpicos do Rio, de 7 a 18 de setembro.

"Nossa decisão se baseou em saber se a Rússia pode respeitar suas obrigações com o Código Mundial Antidoping. A Rússia não cumpre os critérios", explicou no Rio o presidente do CPI, Philip Craven.

"Nenhum Comitê Paralímpico nacional trabalhou tão cuidadosamente em seu programa antidoping como nós fizemos", estimou Lukin, ressaltando que a Rússia fazia "120% de tudo o que deveria fazer". "Estamos dispostos a provar isso", afirmou.

De acordo com Lukin, seu Comitê só recebeu "elogios por meses, ou mesmo anos", sobre seu programa antidoping.

"E, de repente, que mudança! Isso nos leva a pensar que está motivado por razões não relacionadas ao esporte", estima Lukin.

A Rússia tem 21 dias para apresentar seu recurso ao TAS.

Os Jogos Paralímpicos começarão no Rio em menos de um mês, em 7 de setembro, em terminarão no dia 18 do mesmo mês.

gtf-mp/dr/ra/ma

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo