Esporte

Del Potro pede 'paz' entre argentinos e brasileiros após incidente no tênis

08/08/2016 18h04

Rio de Janeiro, 8 Ago 2016 (AFP) - Juan Martín del Potro pediu nesta segunda-feira "paz" entre os torcedores brasileiros e argentinos, depois de, no início do partido, vencer o português João Sousa, torcedores dos dois países se enfrentaram no alambrado.

"Foi (um clima) muito lindo, aproveitei muito, tirando este incidente no começo e tomara não volte a acontecer porque aqui é preciso desfrutar e seria preciso haver paz entre o Brasil e a Argentina. Isto não é futebol, temos que aproveitar o jogo", declarou.

"Depois, houve muito respeito e aproveitei", acrescentou Del Potro, que assim como no jogo contra Novak Djokovic, na véspera, foi recebido na quadra central com assobios e vaias, embora no final foi ovacionado", após vencer o português por 6-3, 1-6 e 6-3 e conseguir passar para a terceira rodada.

Del Potro voltou à quadra horas depois de surpreender no início do torneio olímpico de tênis e vencer o número 1 mundial e grande favorito ao ouro.

Por isso, a partida contra Sousa "não foi nada fácil". "Emocionalmente, é muito forte o que estou vivendo, chorei demais de alegria, de felicidade ontem à noite por ver a quantidade de gente que me apoiou quando estive fora e que está me acompanhando neste momento e poder responder-lhes dentro da quadra e não de uma clínica ou em um hospital", prosseguiu.

"A partida estava complicada porque as pernas pesavam. Ontem à noite fui deitar às quatro e meia da manhã e hoje às nove já estava tomando café da manhã, sem conseguir acreditar ainda que tinha vencido Djokovic e que tivesse que jogar pouco depois as duplas", acrescentou Del Potro, que ainda precisa jogar nesta segunda-feira, unindo-se a Máximo González, ante os espanhóis Rafael Nadal e Marc López.

"Senti (o cansaço) toda a partida, dormi menos de cinco horas e as pernas ficaram duras, mas voltei a ganhar, estou em outra rodada de isto é o que vale", disse, feliz, na zona mista.

Del Potro voltou a vencer Djokovic e na cena da final da partida, em que os dois se abraçaram e o sérvio disse algumas palavras ao ouvido. "Foram palavras de um grande amigo e um grande campeão", limitou-se a dizer, sem dar mais detalhes.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo