Esporte

Japão conquista ouro olímpico por equipes e o império de Uchimura na ginástica não tem fim

08/08/2016 22h18

Rio de Janeiro, 9 Ago 2016 (AFP) - Kohei Uchimura sempre foi claro: queria o ouro olímpico para a equipe japonesa mais do que qualquer coisa. Desde que assistiu, frustrado, a China destronar seu país há oito anos, ele conquistou 10 títulos em mundiais e, finalmente, o melhor ginasta do mundo conseguiu a medalha que perseguia.

Com sua liderança, o quinteto japonês voltou a subir ao topo do pódio olímpico 12 anos a vitória de Atenas-2004. Desde então, os ouros por equipe foram conquistados pela China, campeã em Pequim-2008 e Londres-2012, mas que no Rio amargou o bronze.

A prata foi para a Rússia depois de um final vibrante, com Igor Radilov, último ginasta da rotação final e cuja pontuação definiria a distribuição das medalhas.

Enquanto tudo ainda podia acontecer à espera da nota do russo, a equipe japonesa esperava inquieta e com sorrisos contidos. O ouro coroa a geração que no ano passado venceu o campeonato mundial após 37 anos.

Medalha de uma vidaCom seis títulos consecutivos que o credenciam como o atleta mais completo do mundo desde 2009, Uchimura foi encarregado de fechar a atuação do Japão com seu exercício de solo, que apesar de ser menos preciso do que no passado, somou sua melhor nota.

Difícil manter os nervos de aço quando o objetivo de uma carreira bate à porta.

No sábado, o atleta não foi bem na classificatória, quando a equipe terminou num decepcionante quarto lugar, mostrando-se mais nervoso e impreciso do que o normal.

Com quase três pontos de vantagem, 'King Kohei' e seus companheiros finalmente superaram a China, que apesar de ter dominado a rodada anterior, cometeu erros impróprios para uma equipe perfeitamente disciplinada, com uma queda inesperada de You Hao nas argolas.

A surpresa, no entanto, foi a Rússia, que se colocou entre as duas potências asiáticas, depois de ter conquistado com o bronze em Sydney-2000.

A equipe da Grã-Bretanha não conseguiu repetir o bronze de Londres e terminou em em quarto, à frente dos Estados Unidos.

Já a equipe brasileira, classificada pela primeira vez para os Jogos Olímpicos, não decepcionou, alcançando um sucesso sem precedentes ao chegar à final, na qual terminou em sexto lugar.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo