Esporte

Jogos-2016: presidente do COI comenta decisão de excluir russos do Paralímpícos

08/08/2016 16h07

Rio de Janeiro, 8 Ago 2016 (AFP) - A situação do Comitê Paralímpico Internacional (CPI) é diferente da do Comitê Olímpico Internacional (COI), afirmou nesta segunda-feira Thomas Bach, presidente do COI, um dia depois da decisão do CPI) de excluir a Rússia dos Jogos Paralímpicos.

"É possível comparar o funcionamento das relações entre o CPI e Rússia com a do COI e o levantamento de peso, onde apoiamos a decisão de excluir toda a delegação russa dos Jogos", explicou Bach à AFP.

"São coisas diferentes. E, já que são diferentes, isso permitiu que o presidente do CPI apoiasse, como membro do COI, outra decisão", acrescentou.

O presidente do COI disse ainda esperar que as questões de doping se vejam relegadas a um segundo plano com as atuações esportivas.

"Agora é a hora do esporte, que tem prioridade, mas, infelizmente, no esporte ainda há a questão do doping", admitiu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo