Topo

Esporte

Ginasta holandês é expulso da equipe após noite de festa e álcool no Rio

09/08/2016 21h25

Haia, 10 Ago 2016 (AFP) - O ginasta holandês Yuri Van Gelder teve que deixar os Jogos antes do tempo após ser expulso da equipe de ginástica de seu país por ter passado uma noite de festa e bebedeira no Rio de Janeiro.

O campeão mundial de anéis em 2005 havia conquistado um espaço na final deste aparelho, que será disputado na próxima segunda-feira, ao acabar em sétimo lugar na classificação de sábado.

Nessa mesma noite van Gelder desobedeceu as estritas normas da equipe holandesa e foi comemorar pelo Rio de Janeiro a sua atuação até as primeiras horas de domingo.

"Foi uma decisão muito difícil de tomar", afirmou o embaixador olímpico holandês, Maurits Hendriks, nesta terça-feira em um comunicado.

"Acredito que isso seja realmente terrível para o Yuri, mas seu comportamento é inaceitável. Não faz parte dos Jogos e nem de qualquer outro tipo de esporte de competição", explicou.

A equipe holandesa disse que Van Gelder, que aos 33 anos realizou finalmente seu sonho em competir nas Olimpíadas, admitiu ter "consumido álcool" fora da Vila Olímpica e foi "expulso da competição".

Hendricks acrescentou que a direção da equipe "não teve outra alternativa" além de proibir Van Gelder de continuar nos Jogos.

Não é a primeira vez, entretanto, que o ginasta quebra as regras. Em 2009 um teste deu positivo para cocaína durante o campeonato holandês e foi suspenso durante um ano. Depois foi para a França tratar de seu vício.

Seu empresário, Orlando van den Bosch, contou à agência de notícias holandesa ANP que Van Gelder "recebeu um duro golpe" com a decisão, já que tinha grandes esperanças de ganhar uma medalha.

Esse é o segundo revés para a equipe holandesa, depois que a ciclista Annemiek van Vleuten foi levada para o hospital após sofrer uma forte queda no domingo.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte