Esporte

Thiago Pereira e mais 3 brasileiros avançam às semifinais da natação

10/08/2016 15h35

Rio de Janeiro, 10 Ago 2016 (AFP) - No melhor dia da natação do Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio, o país conseguiu vagas em três semifinais nesta quarta-feira: Thiago Pereira e Henrique Rodrigues avançaram nos 200 m medley, Etiene Medeiros nos 100 m livre e Léo de Deus nos 200 m costas.

Além das três semifinais à noite, o Brasil participará em sua segunda final nos Jogos Rio-2016, com Marcelo Chierighini na disputa de medalhas dos 100 metros livre. Na primeira final do país, os 100 m peito, João Gomes Jr foi o quinto e Felipe França o sétimo.

Na tarde desta quarta-feira, Henrique Rodrigues conseguiu o quarto melhor tempo nas eliminatórias dos 200 m medley, com 1:58.56, enquanto Thiago Pereira foi o quinto mais rápido das séries, com 1:58.63.

Henrique nadou ao lado de Ryan Lochte na segunda série, vencida pelo americano, com o tempo de 1:57.38, o melhor entre os 16 semifinalistas. O alemão Philip Heintz foi o segundo na série e na classificação geral, com 1:57.59.

Thiago, que sonha com sua segunda medalha olímpica depois da prata nos 400 m medley conquistada em Londres, caiu na piscina ao lado do mito Michael Phelps, na quarta série, vencida pelo americano com o tempo de 1:58.41, o terceiro melhor no geral.

Como curiosidade, Phelps, que já conquistou três medalhas de ouro no Rio de Janeiro - agora são 25 pódios olímpicos, sendo 21 no lugar mais alto -, Lochte e Thiago Pereira avançaram para a semifinal dos 200 m medley pela quarta Olimpíada consecutiva.

Depois da série, Phelps e Thiago conversaram rapidamente na piscina.

"Conversa normal de depois de prova. Ele comentou sobre a arquibancada, de estar perto, o barulho, a torcida. Acho que ele também vem sentindo isso em cada prova, o grande atleta que ele é".

AlívioOs outros dois brasileiros classificados para semifinais deixaram claro que estavam aliviados com o desempenho nesta quarta-feira.

Etiene Medeiros avançou nos 100 m livre com o tempo de 54.38, o 14º entre as semifinalistas. Depois de não passar das eliminatórias nos 100 m costas, que era considerada sua prova mais forte, ela não escondeu a alegria pelo resultado.

"Ninguém gosta de nadar mal", disse ao comentar sua primeira participação nos Jogos. "Estou muito mais leve", admitiu .

A outra brasileira nos 100 m, Larissa Oliveira, não passou das eliminatórias.

A australiana Cate Campbell foi a mais rápida nas séries da tarde, com o tempo de 52.78, novo recorde olímpico.

Nos 200 m costas, Léo de Deus passou às semifinais com o 12º melhor tempo, 1:57.00, novo recorde brasileiro.

Depois de parar nas semifinais dos 200 m borboleta, Léo saiu da piscina satisfeito com o fato de ter melhorado seu tempo depois de quatro anos.

O mais rápido nas séries foi o russo Evgeny Rylov (1:55.02).

A equipe do revezamento feminino 4x200m livre do Brasil, formada por Manuella Lyrio, Jessica Cavalheiro, Gabrielle Roncatto e Larissa Oliveira não avançou à final ao obter apenas o 11º tempo geral.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo