Esporte

Mayra Aguiar a uma vitória da medalha ; Buzacarini eliminado

11/08/2016 13h07

Rio de Janeiro, 11 Ago 2016 (AFP) - A judoca brasileira Mayra Aguiar confirmou o favoritismo e garantiu sua vaga para as semifinais da categoria até 78 kg dos Jogos, nesta quinta-feira, ao vencer por um shido a alemã Luise Malzahn, enquanto Rafael Buzacarini (até 100 kg) perdeu nas quartas de final para o atual campeão mundial.

A luta foi mais equilibrada do que se esperava, com Malzahn impedindo a gaúcha de se impor e encaixar seus golpes.

A torcida gritava "Uh, vai morrer" para intimidar a alemã, que só perdeu por levar uma punição.

Medalhista de bronze em Londres-2012 e campeã mundial em 2014, a gaúcha de 25 anos estreou de forma arrasadora, ao despachar a australiana Miranda Giambelli em menos de quarenta segundos.

A australiana mal teve tempo de entrar na luta. Foi logo derrubada por Mayra, com um wazari seguido de imobilização, para a alegria da torcida, que começou a gritar "Brasil, Brasil" antes mesmo do início do combate, quando a gaúcha apareceu na área de competição.

Na semi, Mayra enfrentará uma adversária difícil, a francesa Audrey Tcheuméo, campeã mundial em 2011, em Paris.

Em seu título mundial de 2014, Mayra derrotou na final justamente a francesa.

As duas ostentam um currículo parecido em Mundiais, com quatro medalhas no total, uma de ouro, duas de prata e outra de bronze. A diferença é que a brasileira também é medalhista olímpica.

Mas a grande rival de Mayra na categoria é a americana Kayla Harrisson, atual campeã olímpica.

As duas já se enfrentaram 16 vezes, com nove vitórias da americana e sete da brasileira.

Harrisson disputou seu duelo de quartas de final pouco depois de Mayra e venceu a húngara Abigel Joo por ippon, em menos de dois minutos.

- Buzacarini cai por um shido -No masculino, Buzacarini teve uma estreia tranquila contra o uruguaio Pablo Aprahamian.

O paulista 24 anos conseguiu impor seu judô dinâmico e agressivo, enquanto o adversário se contentava em travar a luta.

O uruguaio foi logo punido com dois shidos, mas o castigo real veio depois de 2 minutos e 20 segundos de luta, quando Buzacarini conseguiu a finalização, com chave de braço.

Nas oitavas, o adversário foi ninguém menos que Ryonosuke Haga, atual campeão mundial.

O brasileiro, que só obteve a faixa preta de judô no ano passado, lutou de igual para igual com o forte rival, buscando sempre o ataque.

Faltando um minuto para o fim do combate, porém, o brasileiro pecou por inexperiência e levou um shido que acabou sendo fatal.

"Não posso ficar satisfeito porque não saí com medalha. Sabia que a luta contra o japonês seria difícil, porque já tinha lutado com ele. Foi no detalhe", lamentou Rafael.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo