Esporte

Simone Biles vence o individual geral e leva o segundo ouro no Rio

11/08/2016 21h22

Rio de Janeiro, 11 Ago 2016 (AFP) - Como era de se esperar, a americana Simone Biles, considerada a melhor ginasta da atualidade, conquistou o ouro na prova individual geral dos Jogos Olímpicos Rio-2016, com mais uma apresentação dominante.

Tricampeã mundial da prova, já era esperado que Biles dominasse os Jogos do Rio-2016 em sua primeira Olimpíada e, até agora, ela não decepcionou. Novamente, em ritmo de samba, sorrindo e tornando divertida a sua apresentação, a ginasta mostrou o que constrói com milhares de repetições a cada treino.

Simone Biles, com apenas 19 anos, vai seguindo a toda velocidade seu caminho dourado para conquistar o recorde de primeira ginasta da história a ganhar em uma mesma Olimpíada cinco dos seis títulos possíveis.

Após conquistar o título no geral por equipes com os Estados Unidos, foi a vez de mostrar toda sua técnica no individual, somando 62.198 pontos e vencendo a prova por impressionantes 2.100 pontos, num esporte conhecido por ser decidido por frações.

Em segundo lugar ficou outra americana, Alexandra Raisman (60.098), companheira de equipe de Biles, enquanto a ginasta russa Aliya Mustafina conquistou a medalha de bronze (58.665), assim como em Londres-2012.

A veterana Alexandra Raisman, depois de revalidar o ouro por equipes há dois dias, conquistou a prata individual, obtendo a segunda melhor nota no salto, trave de equilíbrio e solo, onde defenderá na próxima terça-feira seu título de Londres.

Para as americanas, as barras assimétricas se apresentam como o maior desafio.

Mas com a russa, isso é diferente. Pendurada nas barras, Mustafina não tem rivais. A ginasta, que não pôde competir no último mundial por lesão, é a defensora do título olímpico da modalidade que conquistou em Londres, de onde saiu como a mais premiada. Duas daquelas medalhas já repetiu no Rio: a prata por equipes e o bronze individual.

O Brasil classificou duas ginastas para a final do individual geral e as duas atletas tiveram resultados opostos.

Enquanto a experiente Jade Barbosa precisou desistir da competição após a segunda rotação, o solo, no qual lesionou o pé direito, Rebeca Andrade brigou de igual para igual com as melhores ginastas do mundo durante toda a prova, sempre aparecendo na parte de cima da tabela de classificação.

Com a boa apresentação na soma dos aparelhos, com destaque para a excelente performance no salto que lhe valeu 15.566, a paulista de 17 anos terminou a competição na 11ª colocação, com 56.965 pontos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo