Esporte

Brasil vence Angola e garante vaga nas quartas do handebol feminino

12/08/2016 11h32

Rio de Janeiro, 12 Ago 2016 (AFP) - A seleção feminina de handebol se recuperou da inesperada derrota para a Espanha na última partida e venceu Angola nesta sexta-feira por 28-24, resultado que valeu ao Brasil a classificação às quartas de final dos Jogos Olímpicos Rio-2016.

Apesar do grande favoritismo contra uma seleção angolona sem tradição no handebol, o Brasil encontrou muita dificuldade para se distanciar no placar das africanas, que fizeram excelente partida defensiva, limitando a craque brasileira Duda Amorim a apenas a dois gols.

Com Duda bem marcada, quem assumiu a responsabilidade ofensivamente foi Ana Paula, autora de 7 gols. A maior pontuadora da partida foi a angolana Natália, com 8 gols.

Após o começo avassalador no torneio olímpico, com vitórias significativas sobre a atual campeã olímpica Noruega (31-28) e a Romênia (26-13), o Brasil sofreu um revés inesperado para as espanholas (29-24), resultado que embolou o Grupo A da competição.

Com o triunfo sobre as angolanas, porém, o Brasil garantiu a classificação às quartas de final. Agora, enfrenta a lanterninha da chave, Montenegro, no domingo para validar a primeira colocação da chave.

- Jogo duro e classificação -No primeiro tempo, o favoritismo do Brasil não se confirmou dentro de quadra. Apesar do apoio incondicional da barulhenta torcida, as brasileiras se mostravam muito precipitadas no ataque, tentando resolver o jogo rapidamente, mas esbarrava na boa partida da goleira angolana Cristina.

O bom time angolano aproveitou os erros do Brasil e, com 18 minutos de jogo, vencia por 9-6, obrigando o técnico Morten Soubak a mexer na equipe. Trocou a goleira Mayssa por Babi e colocou em quadra Samira e Jéssica, que deram mais força ao ataque. Deu certo, faltando um minuto para o intervalo, as brasileiras reassumiram a liderança no placar em 13-12.

Na segunda etapa, o Brasil manteve a mesma estratégia e começou a embalar no jogo. Com 11 minutos, abria abriu boa vantagem no marcador (20-16) graças à Ana Paula, artilheira da equipe com sete gols.

As angolanas não desistiram e ainda tiveram ótimas chances de diminuir o prejuízo e encostar no placar, mas não conseguiram passar pela 'muralha' Babi, responsável por cinco defesas espetaculares que levantaram a torcida. O reconhecimento do público veio logo em seguida: "Babi! Babi!".

Nos três minutos finais, o Brasil administrou a vantagem e comemorou a vaga antecipada nas quartas de final, sob cantos de "O campeão voltou!".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo