Esporte

Judoca egípcio se recusa a cumprimentar israelense depois de levar ippon

12/08/2016 15h43

Rio de Janeiro, 12 Ago 2016 (AFP) - O judoca egípcio Islam El Shehaby causou uma grande polêmica na categoria acima de 100 kg dos Jogos do Rio ao se recusar a cumprimentar o israelense Or Sasson, que acabara de derrotá-lo por ippon.

Depois da luta, Sasson se aproximou de El Shehaby e estendeu a mão, mas o egípcio se afastou.

Uma sonora vaia foi ouvida nas arquibancadas da Arena Carioca 2, mas El Shehaby não se importou e sequer fez a tradicional saudação japonesa ao deixar o tatame.

Ele foi chamado de volta para fazê-lo e se contentou com um movimento discreto.

O sorteio tinha proporcionado justamente um duelo entre representes das duas nações-chave do conflito no Oriente Médio logo na estreia da categoria dos pesos pesado.

"No passado, uma luta entre esses dois atletas talvez sequer tenha acontecido. Já é um grande avanço que países árabes competir contra Israel", afirmou Nicolas Messner, porta-voz da Federação Internacional de Judô.

"Não há obrigação apertar as mãos ao final da luta, mas a saudação é obrigatória, por isso ele foi chamado de volta. Sua atitude será reavaliada depois dos Jogos para decidir se uma medida será tomada no futuro", completou.

"O que ele fez foi um comportamento pessoal. Reiteramos várias vezes que ele tinha que respeitar o espírito esportivo, não violar as regras e não se submeter a pressões", explicou à AFP o presidente do Comitê Olímpico do Egito, Hesham Hatab.

Medalhista de bronze no Mundial de Tóquio-2010, El Shehaby, de 34 anos, sofreu pressão em redes sociais da parte de grupos islamistas para desistir da luta.

"Esse clima antes da luta afetaram o desempenho do atleta. As pressões da parte da mídia egípcia e árabe em geral foram muito importantes", completou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo