Esporte

Água da piscina do nado sincronizado será substituída

13/08/2016 20h12

Rio de Janeiro, 13 Ago 2016 (AFP) - Os organizadores dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro anunciaram neste sábado que a piscina principal do Parque Aquático Maria Lenk que vai receber as competições de nado sincronizado e cuja água está esverdeada será drenada e boa parte da água será substituída.

Uma gigantesca mangueira estava sugando a água no início da noite deste sábado.

A piscina vizinha, o tanque onde ocorrem as competições de saltos ornamentais e que também está com água esverdeada, porém, não será drenada, e a água continuará sendo tratada para voltar à cor azul.

"Ah, espera, não vão substituir a água da piscina de saltos ornamentais? Bom, não importa, é um pouco pantanosa, mas eu estou saltando bem, se continuar, tudo bem", disse a medalhista americana Abigail Johnston, que avançou em quinto lugar para a final do trampolim de três metros.

O gerente de instalações dos Jogos, Gustavo Nascimento, disse que as tentativas de fazer com que a água da piscina de 50 metros, que estava recebendo as partidas de polo aquático - que passarão para o Complexo da Natação - e que a partir de domingo receberá as de nado sincronizado, volte à cor azul fracassaram.

"Tratamos durante dias. Obviamente não foi tão rápido como queríamos, então vamos trocar a água", indicou Nascimento em uma coletiva de imprensa.

"Vamos drenar a água da piscina de competição e vamos trazer água da piscina de aquecimento", explicou.

A água da piscina principal foi afetada depois que a piscina adjacente de saltos ornamentais ficou esverdeada, na terça-feira, devido a uma reação química causada por peróxido de hidrogênio que neutralizou o cloro, explicou Nascimento.

Neste sábado, a água da piscina principal estava verde claro, enquanto a da piscina de saltos ornamentais, onde foram realizadas as semifinais de trampolim de três metros, permanecia turva.

A italiana Cagnotto, prata no trampolim sincronizado, disse que a água "dá nojo".

"Eu saio imediatamente da água, me lavo depois de cada salto. (...) Entro com os olhos e a boca fechados, saio e não quero nem cheirar a água", afirmou.

O início da competição de nado sincronizado no domingo obriga a uma medida drástica, indicou Nascimento.

"Os atletas do nado sincronizado precisam que a água seja transparente para que eles possam se ver, por isso vamos trocar a água. Isso vai ser feito durante a madrugada. A água do aquecimento está em perfeitas condições (...). Esperamos que este problema esteja solucionado amanhã de manhã", acrescentou.

A substituição de 3,73 milhões de litros de água vai levar 10 horas.

A organização insiste em que a água esverdeada não traz riscos para a saúde dos atletas.

Os atletas dos saltos ornamentais disseram que a cor não afetava o seu desempenho, mas o alemão Stephen Feck se queixou no Facebook de que a a instalação cheirava como se alguém tivesse soltado um peido.

Os jogadores de polo aquático se queixaram de ardência nos olhos depois que os técnicos aumentaram a dose de cloro para forçar a volta da cor azul.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo