Esporte

Brasil conquista prata e bronze na final do solo; britânico leva o ouro

14/08/2016 15h04

Rio de Janeiro, 14 Ago 2016 (AFP) - A ginástica artística brasileira fez história neste domingo nos Jogos Olímpicos: Diego Hypolito levou a medalha de prata e Arthur Nory o bronze na final do solo, vencida pelo britânico Max Whitlock.

O britânico recebeu nota 15.633, enquanto Diego garantiu o segundo lugar com 15.533 e Nory completou o pódio graças à nota 15.433.

A medalha representa a redenção para Hypolito, 30 anos, campeão mundial em 2005 e 2007, mas que ficou longe do pódio em Pequim-2008, quando era favorito, e em Londres-2012.

Nory, 22 anos, teve que esperar a nota do último ginasta na disputa, o americano Samuel Mikulak, para saber se subiria ao pódio.

Quando a nota do rival não superou a de Nory, a Arena Olímpica do Rio veio abaixo. Os ginastas exibiram uma bandeira do Brasil para o público.

Diego Hypolito foi o segundo a se apresentar na final, depois do japonês Kohei Uchimura, que cometeu vários erros e obteve uma nota abaixo do que era esperado (15.241).

O ginasta de 30 anos fez uma apresentação segura e foi ovacionado pelo público. Ao final, emocionado, agradeceu aos torcedores e abraçou o técnico Marcos Goto, o mesmo de Arthur Zanetti, com o qual passou a treinar nos últimos meses.

O terceiro a se apresentar foi o britânico Whitlock, que superou o brasileiro em 0.100. Nory foi o quinto e depois da sua nota, o placar mostrou os dois brasileiros na segunda e terceira posições.

A torcida, então, passou a aguardar com ansiedade as pontuações dos últimos três ginastas. Com a apresentação do penúltimo, o japonês Kenzo Shirai, Hypolito já estava garantido no pódio. Mas restava o americano.

E após alguns segundos de tensão, a final do solo entrou para a história: dois brasileiros no pódio, algo inimaginável há alguns anos.

Volta por cimaHypolito, campeão mundial em 2005 e 2007, chegou a Pequim-2008 como favorito para a prova do solo e conseguiu a melhor nota na classificação, mas sofreu uma queda ao fim da apresentação e terminou em sexto lugar.

Em Londres-2012, sofreu uma queda ainda nas classificatórias e não conseguiu passar para a final.

Sua participação nas Olimpíadas do Rio de Janeiro era incerta há poucos meses, mas ele mostrou seu valor no primeiro dia de competições ao garantir vaga na final do solo e ajudar o Brasil a avançar para a decisão por equipes.

fp

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo