Esporte

O Sambódromo no ritmo de carnaval olímpico

14/08/2016 12h49

Rio de Janeiro, 14 Ago 2016 (AFP) - O Sambódromo do Rio de Janeiro se fantasiou por um dia. A atmosfera do carnaval carioca deu lugar neste domingo a uma festa olímpica por ocasião da maratona feminina.

"Uffff. Nada a ver!". Assim resumia Maria Teresa Marques, uma carioca sexagenária, comparando o ambiente que reinava no Sambódromo neste domingo com o mais famoso carnaval do mundo.

As arquibancadas meio vazias da passarela do samba já deixavam entrever as diferenças.

"No carnaval, você paga o ingresso e tem dificuldade para conseguir um lugar para sentar, devido à enorme quantidade de pessoas. Hoje tudo está tranquilo. É como se estivesse em outro lugar. É estranho", explica Maria Teresa, muito bem acomodada e com muito espaço a sua volta.

Pouco antes, o cenário era de carnaval, com um desfile da escola de samba União da Ilha do Governador, uma hora e meia antes da chegada das maratonistas. Mas havia pouco público.

A agremiação escolheu este ano o tema "Olímpico por natureza. Todo mundo se encontra no Rio", ficando em décimo primeiro no Carnaval em fevereiro.

E os organizadores dos Jogos Olímpicos Rio 2016 pensaram que poderiam representar todas as Escolas de samba neste dia de maratona.

Os trajes coloridos da escola de samba e suas fantasias, algumas delas relacionadas com temas esportivos, traziam uma certa atmosfera de carnaval para os primeiros Jogos Olímpicos na América do Sul.

E Maria Teresa Marques, da Tijuca, que chegou ao Sambódromo com amigos e seu neto, não parava de listar as diferenças entre este dia atlético e a época do carnaval.

Ambiente tranquilo"Pagamos 70 reais pela entrada, mas no carnaval, nesta mesma área, você tem que pagar cerca de 1.000 reais", diz ela.

Ao seu lado, Maria Pereira e seu filho Patrick, de Nova Iguaçu, concordavam balançando a cabeça.

"O carnaval é uma loucura. Isso é muito mais tranquilo", afirma Patrick, vestindo uma camisa do Flamengo e carregando uma bandeira brasileira.

"Queríamos ver algo do atletismo na Olimpíada Rio-2016 e esta era uma boa oportunidade para incentivar nossos atletas", explicou.

As roupas das pessoas sentadas nas arquibancadas do Sambódromo não tinham nada a ver com as vestimentas da época do carnaval.

O público olímpico carregava bandeiras e camisetas de seus países.

A Marquês de Sapucaí, como é oficialmente chamado o local, projetada pelo arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer e inaugurada em 1984, tem 550 metros de comprimento.

O local abriga nos Jogos no Rio, além da maratona feminina e masculina, as provas de tiro com arco.

A maratona feminina ocorreu neste domingo ao ritmo do samba, embora longe da atmosfera e da loucura de carnaval.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo