Esporte

Malásia não organizará Congresso da Fifa por negar vistos israelenses

15/08/2016 08h57

Kuala Lumpur, 15 Ago 2016 (AFP) - A Malásia desistiu de organizar o Congresso da Fifa em maio de 2017, indicou nesta segunda-feira sua federação de futebol, depois que o país, de maioria muçulmana, negou-se a conceder os vistos aos representantes de Israel.

"O governo nos aconselhou que nos retiremos da organização do Congresso por razões de segurança", declarou à AFP Affandi Hamzah, o vice-presidente da Federação da Malásia de Futebol (FAM).

Affandi não deu detalhes sobre alegados problemas de segurança, mas assinalou que a decisão tinha a ver com as declarações do vice-primeiro-ministro Zahid Hamidi.

No fim de semana, Hamidi afirmou que a Malásia não havia emitido os vistos aos representantes israelenses porque os dois países não mantêm relações diplomáticas, o que poderia ocasionar uma ofensa.

Affandi assegurou que a federação informou sobre isso à Fifa em julho e que a decisão foi aceita pelo órgão regulador do futebol mundial.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo