Esporte

Boxeador irlandês Conlan reclama de juízes 'corrompidos'

16/08/2016 13h43

Rio de Janeiro, 16 Ago 2016 (AFP) - O boxeador irlandês Michael Conlan reclamou da arbitragem depois da sua derrota nas quartas de final na categoria até 56 kg nesta terça-feira nos Jogos Olímpicos do Rio, chamando os juízes de "bastardos corruptos" e o sistema de "podre até a medula".

Vencido por pontos por decisão unânime dos juízes pelo russo Vladimir Nikitin, Conlan, de 24 anos, expressou sua desaprovação com a virulência, tardando a deixar o ringue e, em seguida, atacando os árbitros.

"Eles roubaram meu sonho olímpico", assegurou o atual campeão mundial de sua categoria e medalha de bronze em Londres-2012.

"Eu lhes disse que eram bastardos corruptos", indicou. "Acho que são podres por dentro (...) Estes são os Jogos Olímpicos mais corruptos da história", acrescentou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo