Topo

Esporte

Boxeador irlandês Conlan reclama de juízes 'corrompidos'

16/08/2016 13h43

Rio de Janeiro, 16 Ago 2016 (AFP) - O boxeador irlandês Michael Conlan reclamou da arbitragem depois da sua derrota nas quartas de final na categoria até 56 kg nesta terça-feira nos Jogos Olímpicos do Rio, chamando os juízes de "bastardos corruptos" e o sistema de "podre até a medula".

Vencido por pontos por decisão unânime dos juízes pelo russo Vladimir Nikitin, Conlan, de 24 anos, expressou sua desaprovação com a virulência, tardando a deixar o ringue e, em seguida, atacando os árbitros.

"Eles roubaram meu sonho olímpico", assegurou o atual campeão mundial de sua categoria e medalha de bronze em Londres-2012.

"Eu lhes disse que eram bastardos corruptos", indicou. "Acho que são podres por dentro (...) Estes são os Jogos Olímpicos mais corruptos da história", acrescentou.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte