Esporte

Ginga carioca

17/08/2016 00h39

Rio de Janeiro, 17 Ago 2016 (AFP) - Confira abaixo as principais curiosidades desta terça-feira (16) nos Jogos Olímpicos do Rio:

. Sem medo de cairO ginasta brasileiro Diego Hypolito, medalha de prata no solo, resumiu desta maneira seus progressos nos Jogos Olímpicos, de Pequim-2008 a Rio-2016, passando por Londres-2012: "Estive em uma Olimpíada em que caí de bunda. Outra em que, literalmente, caí de cara. E, na terceira Olimpíada, caí de pé", disse à imprensa. "Não estou tão bom como nas outras Olimpíadas, e consegui medalha. É inexplicável", acrescentou o atleta, de 30 anos. (AFP)

. A rainha Argentina, com Holanda"Na próxima vez, na próxima vez", disse a torcedores argentinos, em tom de brincadeiras e em espanhol, o rei Willem-Alexander, da Holanda, quando deixava o estádio após a vitória da equipe Laranja sobre as Leoas (3-2) nas quartas de final do torneio de hóquei sobre grama. "A Holanda ganhou, e isso é bom. Máxima é holandesa e está muito feliz", respondeu depois em inglês a um cronista de rádio Del Plata de Buenos Aires, que consultou sua mulher, a rainha Máxima, nascida na Argentina, flagrada pelas câmeras celebrando os gols holandeses. (AFP)

. IndiretaA ciclista alemã Kristina Vogel, bicampeã mundial de velocidade individual (2014 e 2015), questionou o domínio dos britânicos no Velódromo de Rio. "Quando se olha os últimos anos, eram 'carne assada'. Não vou acusar ninguém de nada, mas é muito discutível. Vêm em massa com um nível... Não sei como fazem". (AFP)

. Pedidos em sérieOs compromissos firmes estão claramente em moda no Rio. Depois de ganhar a prata no salto triplo, o americano Will Claye pediu em casamento sua namorada, a especialista em barreiras Queen Harrison. "A aliança estava na minha mochila. Já levava há um tempo. Faltava decidir quando", contou depois. "Ganhando, perdendo, ou empatando, senti que tinha de ser hoje". No domingo, um atleta chinês dos saltos ornamentais pediu em casamento, de joelhos, a noiva que estava no pódio, com a medalha de prata pelo trampolim de três metros. (AFP)

. A vitória para o líder"Estava cheio de uma emoção e de uma alegria indescritíveis, porque sentia que podia oferecer a vitória e o valor ao nosso líder", reagiu o norte-coreano Ri Se-gwang, depois de ganhar ouro no salto, sem citar Kim Jong-un em nenhum momento. "A medalha não significa absolutamente nada para mim. É um presente que dou ao meu país. Essa medalha é a alegria para minha pátria", acrescentou o ginasta, de 21, que fez uma saudação militar no pódio, enquanto ouvia o hino norte-coreano. (AFP)

. À mesa!Quatro caixas de nuggets de frango, seis hambúrgueres, seis batatas fritas, seis brownies, um milk-shake e uma garrafa de água. O australiano Sawan Serasinghe decidiu comer para esquecer sua eliminação no torneio de duplas de badminton. Postou uma foto da farra gastronômica em sua página no Facebook, com um balanço dos Jogos, agradecimentos para seus admiradores e essa resolução pós-olímpica: "Agora chegou a hora de comer um pouco de junk food depois de meses de comida saudável". (AFP).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo