Esporte

Aline Silva perde para russa e fica sem medalha na luta livre

18/08/2016 15h03

Rio de Janeiro, 18 Ago 2016 (AFP) - Principal esperança da luta olímpica do Brasil, Aline Silva foi derrotada por 4 a 3 pela russa Ekaterina Bukina nas quartas de final da categoria até 75 kg dos Jogos do Rio, nesta quarta-feira, e perdeu a oportunidade de conquistar a primeira medalha do país na modalidade.

A brasileira de 29 anos poderia até disputar a repescagem se Bukina tivesse avançado para a final, mas a russa foi derrotada de virada na semi pela cazaque Guzel Manyurova, por encostamento, enquanto tinha luta ganha a poucos segundos do fim.

Vice-campeã mundial em 2014, em Taskent, no Uzbequistão, a lutadora de 29 anos, foi apoiada por um público animadíssimo na Arena Carioca 2, aos gritos de "A-LI-NE".

A brasileira começou bem na luta contra Bukina e foi a primeira a derrubar a adversária, mas o golpe rendeu apenas um ponto.

A russa reagiu logo em seguida e conseguiu uma queda mais incisiva, virando o marcador por 4 a 1.

A torcida não se abalou e começou a cantar "Vamos virar Aline" e "Eu acredito".

Com vantagem confortável, a russa tentou travar a luta, tentando até puxar o cabelo da brasileira.

Por conta dessa falta de combatividade, Bukina foi penalizada duas vezes, deixando Aline encostar em 4 a 3 no placar.

A brasileira tentou de tudo para arrancar o empate, mas não teve jeito. Apesar da derrota, ela saiu ovacionada pela torcida, que reconheceu sua garra.

Na estreia, ela tinha vencido pelo mesmo placar 4 a 3 uma luta muito disputada contra a japonesa Rio Watari, campeã asiática.

- Repescagem frustrada -A medalha ainda era possível enquanto Bukina se mantinha viva na competição. Na semifinal, a russa dominou o início da luta, diante de uma Arena Carioca 2 esvaziada depois da derrota de Aline.

No meio do combate, o locutor lembrou ao público que a brasileira seria repescada caso a russa derrotasse a cazaque. A partir desse momento, Bukina ganhou uma torcida inesperada, que vibrava com o placar: 8 a 3 para a russa depois do primeiro round.

A algoz de Aline tentou administrar essa vantagem, mas foi derrubada a poucos segundos do fim, um encostamento (queda com os dois ombros no tapete) que acabou de vez com o sonho de medalha da brasileira.

Na categoria até 63 kg, a goiana Lais Nunes foi derrotada logo na estreia pela turca Hafize Sahin.

A goiana de 23 anos teve um ótimo início, derrubando a adversária com uma minuto de luta, o que lhe rendeu quatro pontos. Logo em seguida, chegou a cinco pontos quando a turca foi penalizada, mas tudo começou a desandar um minuto depois.

Quando vencia por 5 a 2, a brasileira sofreu uma queda com os dois ombros no tapete, o encostamento, que configurou a vitória definitiva de Sahin.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo