Topo

Esporte

Nadadores americanos teriam brigado com segurança em posto de gasolina

18/08/2016 12h22

Rio de Janeiro, 18 Ago 2016 (AFP) - Informações ainda não confirmadas que surgiram nesta quinta-feira afirmam que os nadadores americanos que alegam ter sido assaltados no Rio de Janeiro na verdade se envolveram em uma briga com um segurança em um posto de gasolina.

A notícia divulgada nos sites ABC News e G1 falam que a briga foi registrada por uma câmera de segurança.

Citando a polícia carioca, o G1 afirma que os atletas pararam no posto de gasolina em um táxi para usar o banheiro. Quando danificaram a porta do banheiro, um segurança puxou sua arma e os deteve com a intenção de chamar a polícia, dando início ao confronto.

A ABC cita uma fonte da polícia carioca não identificada que afirma que o vídeo mostra um nadador "quebrando a porta do banheiro no posto de gasolina e brigando com um guarda de segurança".

Lochte, Jack Conger, Gunnar Bentz e James Feigen disseram ter sido roubados por uma pessoa que alegava ser um policial. O incidente causou mal-estar e forçou as autoridades olímpicas locais a pedir desculpas oficiais.

Contudo, a polícia levantou dúvidas sobre a veracidade do relato dos nadadores.

Lochte já se encontra nos Estados Unidos. Conger e Bentz foram retidos pela polícia na noite de quarta-feira quando já estavam no avião prestes a voltar para casa.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte