Esporte

Alison e Bruno acabam com jejum de 12 anos sem ouro brasileiro no vôlei de praia

19/08/2016 01h25

Rio de Janeiro, 19 Ago 2016 (AFP) - Um dia após a derrota de Ágatha e Bárbara na final do torneio feminino de vôlei de praia dos Jogos Rio-2016, a torcida brasileira pôde comemorar a conquista da medalha de ouro olímpica, graças à dupla Alison e Bruno, que derrotaram nesta quinta-feira à noite os italianos Paolo Nicolai e Daniele Lupo.

Dupla brasileira que chegou aos Jogos carregando nas costas as maiores esperanças de ouro para o país, Alison e Bruno voltaram a apresentar um vôlei digno de campeões olímpicos. Enquanto o 'Mamute' destruía os ânimos dos italianos com bloqueios intimidadores, o 'Mágico' levantava a torcida com defesas espetaculares e ataques precisos.

Seguindo essa receita, os brasileiros estiveram à frente do placar pela maior parte da partida e conseguiram fechar a partida em dois sets, parciais de 21-19, 21-17, permitindo ao público da Arena de Copacabana finalmente soltar o grito de "É Campeão!".

No duelo pelo terceiro lugar, disputado mais cedo, os holandeses Alexander Brouwer e Robert Meeuwsen levaram a melhor sobre os russos Viacheslav Krasilnikov e Konstantin Semenov em dois sets (23-21, 22-20), e ficaram com o bronze.

Com a conquista de Alison e Bruno, o vôlei de praia brasileiro termina sua participação nos Jogos Rio-2016 com um ouro e a prata de Ágatha e Bárbara, derrotadas na véspera, na final feminina, pelas alemãs Ludwig e Walkenhorst.

O ouro conquistado no Rio de Janeiro confirma o ótimo momento da dupla brasileira, campeã mundial em 2015, e de Bruno Schmidt, eleito o melhor jogador do mundo na última temporada.

Já Alison, com a ajuda da insistente chuva que caiu na Arena de Copacabana durante a partida, pôde lavar a alma, deixando para trás a derrota na final olímpica de Londres-2012, quando, ao lado de Emanuel, teve que se contentar com a prata.

Emanuel, aliás, ao lado de Ricardo, havia sido o último jogador brasileiro a conquistar o ouro olímpico, em Atenas-2004.

Durante a cerimônia de premiação, Alison se mostrava visivelmente emocionado, como se não acreditasse ter finalmente conquistado a glória olímpica que havia escapado há quatro anos.

Em contraste, Bruno era só sorriso e olhava com admiração para a torcida da Arena de Copacabana, pintada de verde e amarela pelas bandeiras do público.

- Chuva não atrapalha festa -Nem a insistente chuva foi capaz de desanimar o público da Arena de Copacabana, eleita a mais animada dos Jogos Olímpicos, e Alison e Bruno foram os donos da festa. Mas nem tudo foram flores.

Os brasileiros pareceram entrar nervosos em quadra. Cometendo muitos erros na hora de finalizar os ataques, viram os italianos aproveitarem para abrir expressiva vantagem de 6-2.

A torcida não deixou a dupla brasileira desanimar. Aos gritos de "Brasil! Brasil!", o público passou a energia necessária para Alison e Bruno reencontrarem seu jogo e chegarem a virada em 9-8, reequilibrando o confronto.

A partida continuou parelha até o fim do set. Para fechar, os brasileiros aproveitaram o 'set point' que tiveram utilizando uma de suas maiores armas, o bloqueio do Mamute. 21-19.

No segundo set, o equilíbrio continuou. Os italianos, desperdiçando pouco ataques e contando com o forte saque de Nicolai, mostravam que não tinham chegado à final olímpica à toa.

Os atuais campeões europeus, sabendo que não podiam mais se dar ao luxo de perder um set, chegaram a ter 12-9 de vantagem na segunda parcial.

A Arena de Copacabana, porém, não deixaria outro ouro brasileiro escapar.

Novamente, Alison e Bruno encontraram a força e garra que lhes é peculiar para virar novamente o jogo a seu favor. A dupla local foi tirando a diferença pouco a pouco e, em dois bloqueios do Mamute, o Brasil estava novamente à frente do placar (14-13).

Em seguida, foi só administrar o nervosismo, manter a calma e colocar em prática a superioridade técnica do Brasil para fechar o set, a partida e os Jogos Olímpicos Rio-2016 com o ouro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo