Esporte

Rio-2016: Declarações de Rogério Micale (futebol)

20/08/2016 22h20

Rio de Janeiro, 21 Ago 2016 (AFP) - Declarações do técnico Rogério Micale, medalhista de ouro com a seleção brasileira de futebol:

Rogério Micale:

"(Sobre sentimento depois do ouro) É uma mistura de sentimentos. São vários, a gente sai de um momento de ansiedade pré-jogo e sabíamos que íamos enfrentar um jogo difícil e foi assim e o sentimento depois de uma batalha como foi essa é de euforia. Depois de tudo que a gente passou, pela preparação, pelo que foi esse torneio. São muitas emoções e com o tempo vou conseguir identificá-las. Mas estou muito feliz".

"(Sobre Neymar ser decisivo) É motivo de muito orgulho. Conseguir juntos essa medalha de ouro, o fato do Neymar marcar o gol é importante, ele é referência para o futebol brasileiro, mas assim como ele marcou o Weverton fez grande defesa. Todos os batedores também bateram bem, mas o Neymar a gente sabe da qualidade que ele tem, ficou feliz de ele ter finalizado a série".

"(Sobre Neymar ter dito que não seria capitão da seleção principal) É um gesto nobre da parte dele, assim como ele fez comigo quando a gente conversou sobre isso. Agora eu posso falar que eu já tinha decidido que ele seria o capitão porque achava que ele tinha a capacidade nesse elenco para ser, e acho nobre ele deixar novamente o Tite escolher quem será seu capitão. Mais uma vez mostrou maturidade, como mostrou a cada vez que conversei com ele e como todo o time mostrou".

"(Sobre volta do orgulho do povo com a seleção) Espero que sim, acredito que sim. É uma conquista que almejávamos a muito tempo era uma responsabilidade que toda equipe olímpica carrega por ser o desporto número 1 do país. É uma fase que passou e para o futuro teremos um pouco mais de tempo para trabalhar. Acredito que mostramos que nosso futebol não está morto, que ainda temos muito a fazer no futebol mundial".

"(Qual herança para Tite) Espero ter contribuído com um trabalho que o professor Tite possa levar algo para a principal, agora são situações bem diferentes, agora são situações bem diferentes porque Tite vai ter apenas 3 dias de trabalho, é muito pouco tempo. A gente torce muito e espero que tenha contribuído para ele ter uma noção do que pode aproveitar dessa equipe. Em relação ao futuro eu acho que nós podemos ter muito sucesso no futuro, essa foi uma semente e os jogadores são jovens e espero que possam cada vez mais crescer seus talentos".

"(Sobre se o povo perdoou a seleção) Em relação ao que aconteceu (7-1) foi muito difícil para nosso futebol, gerou uma ampla discussão no nosso meio, e muitas coisas foram levantadas para saber o que poderia ser feito para isso não acontecer. Mas hoje tratamos esse jogo como um jogo das Olimpíadas contra um time muito forte que sabe jogar, mas a gente tinha um sentimento que precisava dar uma resposta para nosso povo, para nosso futebol, não necessariamente ganhar, mas mostrar alguma coisa a mais em campo".

"(Sobre polêmica Neymar e Marta) É nossa cultura, somos um povo muito fervoroso que vai do céu ao inferno muito facilmente, mas eu sou muito feliz por ser brasileiro".

am

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo