Esporte

Bernardinho deixa em aberto permanência à frente da seleção

21/08/2016 20h44

Rio de Janeiro, 21 Ago 2016 (AFP) - O técnico Bernardinho disse neste domingo que "pensará um pouco" antes de definir se seguirá à frente da seleção de vôlei masculino do Brasil, após conquistar o ouro olímpico nos Jogos do Rio-2016.

"Tenho que pensar um pouco" antes de definir o futuro à frente da seleção, disse Bernardinho, que desde 2001 conquistou o ouro em Atenas-2004 e no Rio-2016, além de vários títulos internacionais.

Bernardinho revelou que foi "duro" suportar a derrota sofrida em Londres-2012, na final contra a Rússia, após vencer os dois primeiros sets.

Consultado sobre se há alguém que possa substituí-lo, Bernardinho respondeu: "absolutamente".

O importante é que o Brasil tem equipe para seguir sendo competitivo em um vôlei mundial de alto nível, acrescentou o treinador.

Bernardinho, que fará 57 anos, é considerado o técnico com mais conquistas na história do Brasil em títulos mundiais e olímpicos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo