Esporte

CR7 leva prêmio da Uefa e já coloca mão na Bola de Ouro

25/08/2016 15h32

Mônaco, 25 Ago 2016 (AFP) - Sem surpresas, o astro português Cristiano Ronaldo foi eleito pela segunda vez em sua carreira o melhor jogador da última temporada europeia, recebendo o prêmio da Uefa nesta quinta-feira, confirmando ser o grande favorito para conquistar a Bola de Ouro.

CR7 superou o galês Gareth Bale, seu companheiro no time 'merengue', e o francês Antoine Griezmann, seu adversário no Atlético de Madri.

Pelos resultados que obteve na temporada, o português era dado como nome praticamente certo para receber o troféu, como em 2014.

O craque de 31 anos ganhou as duas principais competições continentais, a Liga dos Campeões, com o Real Madrid, e a Eurocopa, com a seleção portuguesa.

Ele foi o artilheiro da Liga dos Campeões, com 16 gols marcados, e ainda anotou o pênalti que deu ao Real sua 11ª 'Taça Orelhuda', sua terceira pessoal, depois de jogar a final contra o Atlético de Madri no sacrifício.

Na Euro, ele marcou um golaço de cabeça para abrir o caminho da vitória por 2 a 0 na semifinal sobre o País de Gales, eliminando o amigo Bale da competição.

Na decisão, CR7 saiu lesionado depois de apenas 25 minutos de jogo, acabou sendo destaque da vitória portuguesa sobre a França (1-0) na prorrogação. Seu drama deu uma motivação extra aos companheiros, que se desdobraram em campo para compensar sua ausência. No tempo extra, ele foi até visto orientando a equipe, como se fosse um auxiliar técnico, dando pequenos saltos à beira do gramado, sem poupar o joelho machucado.

Tetra à vista"Estou obviamente muito feliz por ter recebido esse prêmio. Foi uma temporada incrível, mas os outros dois jogadores também mereceram", afirmou o português de 31 anos depois de receber o troféu.

"Sinto muito, Antoine, por tê-lo derrotado nas finais da Liga dos Campeões e da Euro, e sinto muito, Gareth, por ter eliminado você nas semifinais da Euro", brincou CR7, que também foi vice-artilheiro da Liga Espanhola, com 35 gols marcados, cinco a menos que o uruguaio Luis Suárez, destaque do título do Barcelona.

O prêmio da Uefa credencia ainda mais o craque do Real como grande favorito à disputa da Bola de Ouro, troféu que já ganhou três vezes, em 2008, 2014 e 2015.

A Bola de Ouro será atribuída apenas em janeiro, mas o tetra parece ser mera formalidade, o que deixaria Cristiano mais perto do grande rival Lionel Messi, cinco vezes melhor do mundo, que também venceu o prêmio da Uefa duas vezes, em 2011 e 2015.

Nos seis anos de existência desse troféu do melhor jogador que atua na Europa, apenas dois vencedores acabaram não ganhando a Bola de Ouro, o espanhol Andres Iniesta, em 2012, e o francês Franck Ribéry, em 2013.

No feminino, o prêmio foi para a norueguesa Ada Hegerberg, autora de 13 gols na última Liga dos Campeões feminina, com o Lyon, que venceu a competição, ao superar o Wolfsburg nos pênaltis.

Ela superou outras duas jogadoras do Lyon, a francesa Amandine Henry, e a alemã Dzsenifer Marozsan, que atuava no Frankfurt na temporada passada, mas acaba de ser contratada pelo clube francês.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo