Esporte

Equipe de refugiados das Paralimpíadas terá um sírio e um iraniano

26/08/2016 15h36

Rio de Janeiro, 26 Ago 2016 (AFP) - Um nadador sírio e um lançador de disco iraniano formam a primeira equipe de refugiados da história dos Jogos Paralímpicos, e competirão no Rio de Janeiro, de 7 a 18 de setembro, anunciou o comitê organizador nesta sexta-feira.

Ibrahim Al Hussein, de 27 anos, que perdeu uma perna depois de ser atingido por um tiro de morteiro na Síria, nadará as provas de 50 e 100 m nado livre.

O nadador ficou famoso em abril por ter carregado a tocha olímpica em um campo de refugados da Grécia.

Já o iraniano Shahrad Nasajpour, que tem paralisia cerebral, pediu asilo nos Estados Unidos.

Eles se juntarão aos demais 4.300 atletas que participarão da Paralimpíada do Rio.

Nos Jogos Olímpicos, o time de refugiados tinha dez representantes, da República Democrática do Congo, da Síria e do Sudão do Sul.

bur-tw/jc/cyp/ps/lg

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo