Esporte

Rosberg vence GP da Bélgica de F1 e se aproxima de Hamilton no Mundial

28/08/2016 14h01

Spa-Francorchamps, Bélgica, 28 Ago 2016 (AFP) - O alemão Nico Rosberg, largando na pole-position, conquistou o Grande Prêmio da Bélgica de Fórmula 1, neste domingo em Spa-Francorchamps, cruzando a linha de chegada à frente do australiano Daniel Ricciardo (Red Bull) e do companheiro de Mercedes, o inglês Lewis Hamilton, que saiu da 21ª posição.

Rosberg, que não viu sua liderança ameaçada durante as 44 voltas do GP belga, se recoloca assim na briga pelo título mundial, se aproximando a nove pontos do líder Hamilton, que soube aproveitar a bandeira vermelha, oriunda do espetacular acidente de Kevin Magnussen (Renault) na 9ª volta, para entrar na zona de pontuação da prova e diminuir em muito o prejuízo.

"Não foi uma das vitória mais complicada da minha carreira, porque Hamilton não estava lá", brincou Rosberg após sua 20ª vitória na F1, a sexta em 2016. Elegantemente, o alemão elogiou o companheiro de Mercedes e arquirrival pelo título mundial, que fez corrida de recuperação após largar do penúltimo lugar devido à punição por trocar diversas peças do carro.

O acidente de Magnussen obrigou a corrida a ser interrompida por cerca de 15 minutos para dar aos comissários o tempo de consertar o murro de proteção. A prova foi reiniciada na 11ª volta, após uma 10ª volta sem direito a ultrapassagem e com o carro de segurança na pista.

Magnussen, que estava na 8ª colocação após excelente largada, rodou sozinho na entrada da famosa curva Eau Rouge, em alta velocidade. O dinamarquês saiu mancando do carro e precisou ser levado a um hospital com dores no tornozelo esquerdo.

"Ele está bem, o médico está convencido que Kevin poderá correr em Monza" no próximo domingo, informou o diretor da Renault, Fred Vasseur.

- Hamilton se recupera -Após a parada para conserto da pista, Hamilton já havia ganhado 16 posições e aparecia na quinta colocação, logo atrás do espanhol Fernando Alonso (McLaren), que largou ao lado do britânico na última fila, também devido à punição por trocar peças do carro.

Hamilton acabou ultrapassando com facilidade Alonso e Nico Hulkenberg (Force India) para terminar no pódio, algo inesperado antes da corrida.

Para os brasileiros, a corrida não foi das melhores.

Felipe Massa, da Williams, fez ótima largada, ganhou cinco posições para aparecer na 5ª colocação após a primeira volta, mas não aguentou a pressão dos adversários e terminou em 10º, enquanto Felipe Nasr e sua fraca Sauber foram os últimos a cruzar a linha de chegada, na 17ª posição.

Outra decepção foi o holandês Max Verstappen. O jovem piloto de 18 anos da Red Bull não aproveitou o fato de largar da segunda colocação ao tocar na Ferrari de Kimi Raikkonen na primeira curva.

Apesar do enorme apoio da torcida holandesa que compareceu ao circuito na vizinha Bélgica, Verstappen terminou na 11ª colocação, fora da zona de pontuação.

-Classificação do GP da Bélgica de Fórmula 1:

1. Nico Rosberg (ALE/Mercedes)

Completou os 308,052 km em 1h44:51.058

(velocidade média: 176,280 km/h)

2. Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull-TAG Heuer) a 14.113

3. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) 27.634

4. Nico Hülkenberg (ALE/Force India-Mercedes) 35.907

5. Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes) 40.660

6. Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) 45.394

7. Fernando Alonso (ESP/McLaren-Honda) 59.445

8. Valtteri Bottas (FIN/Williams-Mercedes) 1:00.151

9. Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) 1:01.109

10. Felipe Massa (BRA/Williams-Mercedes) 1:05.873

11. Max Verstappen (HOL/Red Bull-TAG Heuer) 1:11.138

12. Esteban Gutiérrez (MEX/Haas-Ferrari) 1:13.877

13. Romain Grosjean (FRA/Haas-Ferrari) 1:16.474

14. Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso-Ferrari) 1:27.097

15. Jolyon Palmer (GBR/Renault) 1:33.165

16. Estéban Ocon (FRA/Manor-Mercedes) a 1 volta

17. Felipe Nasr (BRA/Sauber-Ferrari) a 1 volta

Os demais pilotos não terminaram a prova

- Classificações do Mundial de Fórmula 1:

Mundial de Pilotos:

1. Lewis Hamilton (GBR) 381 puntos

2. Nico Rosberg (ALE) 322

3. Sebastian Vettel (ALE) 278

4. Kimi Raikkonen (FIN) 150

5. Valtteri Bottas (FIN) 136

6. Felipe Massa (BRA) 121

7. Daniil Kvyat (RUS) 95

8. Daniel Ricciardo (AUS) 92

9. Sergio Pérez (MEX) 78

10. Nico Hülkenberg (ALE) 58

11. Romain Grosjean (FRA) 51

12. Max Verstappen (HOL) 49

13. Felipe Nasr (BRA) 27

14. Pastor Maldonado (VEN) 27

15. Carlos Sainz Jr (ESP) 18

16. Jenson Button (GBR) 16

17. Fernando Alonso (ESP) 11

18. Marcus Ericsson (SUE) 9

19. Roberto Merhi (ESP) 0

20. Alexander Rossi (EUA) 0

21. Will Stevens (GBR) 0

22. Kevin Magnussen (DIN) 0

Mundial de Construtores:

1. Mercedes-AMG 703 pontos

2. Ferrari 428

3. Williams 257

4. Red Bull 187

5. Force India 136

6. Lotus 78

7. Toro Rosso 67

8. Sauber 36

9. McLaren-Honda 27

10. Marussia 0.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo