Topo

Esporte

Técnico do Equador nega que altitude seja vantagem contra Brasil

29/08/2016 13h58

Quito, 29 Ago 2016 (AFP) - O técnico da seleção do Equador, Gustavo Quinteros, não acredita que a altitude de Quito, 2.850 metros, seja uma vantagem para sua equipe no duelo contra o Brasil, pela 7ª rodada das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo da Rússia-2018.

"Será uma partida muito movimentada", na qual "é um erro dizer que temos a altitude como vantagem", afirmou o técnico em declarações ao jornal El Comercio, nesta segunda-feira.

O Equador faz de Quito sua casa para as eliminatórias para a Copa do Mundo desde 2000, conseguindo classificação para os mundiais de 2002, 2006 e 2014.

Quinteros afirmou que ambas as equipes estão nas mesmas condições em relação à altitude de Quito e que "por isso devemos focar em fazer um bom jogo".

"Vamos propor o jogo, como sempre, mas temos que pressioná-los. Não podemos dar ao Brasil espaço, porque chegam motivados, há pouco conquistaram o ouro nos Jogos Olímpicos", analisou o treinador equatoriano.

Brasil e Equador medirão forças nesta quinta-feira no estádio Olímpico Atahualpa às 18h00, horário de Brasília.

Cinco dias depois, o Brasil recebe em Manaus a Colômbia, enquanto o Equador viaja a Lima para enfrentar o Peru.

O Brasil se encontra em posição complicada nas eliminatórias, na sexta colocação com 9 pontos. O Equador é o segundo colocado com 13 pontos.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte