Esporte

Salário do presidente da Fifa é fixado em 1,38 milhão de euros anuais

31/08/2016 15h32

Paris, 31 Ago 2016 (AFP) - O salário do presidente da Fifa, Gianni Infantino, foi fixado em 1,38 milhão de euros, 25% a menos em relação ao que recebia seu antecessor, Joseph Blatter, anunciou nesta quarta-feira a entidade que rege o futebol no mundo.

"A subcomissão de remuneração e o presidente da Fifa entraram em acordo para o pagamento de um salário anual bruto de 1,38 milhão de euros, mais alguns bônus em espécie", informou a Fifa em comunicado.

Estes bônus serão, por exemplo, um veículo e um apartamento de função, assim como o reembolso de gastos até 2.000 francos suíços mensais, explicou a entidade. O contrato entrou em vigor em 27 de fevereiro de 2016.

No comunicado, a Fifa garantiu que Infantino não receberá incentivos em 2016, o que só acontecerá em 2017 com base em critérios que estão sendo negociados e que dependerão das finanças da entidade e das reformas que serão realizadas ao fim das investigações internas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo