Esporte

Atletas paralímpicos russos são proibidos de participar da Rio-2016

01/09/2016 21h54

Rio de Janeiro, 2 Set 2016 (AFP) - O Comitê Paralímpico Internacional (CPI) anunciou nesta quinta-feira que não autorizará nenhum atleta russo a participar dos Jogos do Rio (7 a 18 de setembro), indeferindo o pedido de 175 esportistas que pediram para competir sob uma bandeira neutra, após a suspensão de seu país devido ao escândalo do doping de Estado.

"A posição do CPI é clara e foi apoiada pela recente decisão do Tribunal de Arbitragem do Esporte (TAS) que, entre outras coisas, rejeitou o pedido do Comitê Paralímpico Russo para exigir ao CPI que aceitasse a entrada de atletas individuais russos que poderiam mostrar que estavam 'limpos'", afirmou o organismo em um comunicado.

No começo de agosto, o CPI decidiu excluir o comitê russo em razão do escândalo de doping de Estado revelado pelo informe da comissão McLaren, uma decisão que Moscou apelou imediatamente.

Na semana passada, no entanto, o TAS rejeitou o recurso apresentado pelos russos, em uma medida tachada de "fora de toda justiça, moral e humana" pelo presidente russo, Vladimir Putin.

O Comitê Internacional se referiu a esta decisão para justificar o impedimento a que os "mais de 175 atletas russos" que pediram para competir sob uma bandeira neutra - segundo o próprio - participem no maior evento do esporte paralímpico mundial, que começará no Rio na próxima quarta-feira.

O organismo anunciou no comunicado que é "necessária, proporcional e legítima" sua suspensão à potência do leste europeu até que possa demonstrar "que é capaz de fazer cumprir o código antidoping do CPI efetivamente na Rússia, sem interferência do governo".

O país foi acusado pela Agência Mundial Antidoping (AMA) de ter posto em prática um imenso sistema de doping. Para os Jogos Olímpicos do Rio, o COI determinou que cada federação internacional decidisse quais esportistas poderiam competir no evento.

No total, a Rússia não contou com 113 atletas para os Jogos, inclusive quase toda a delegação de atletismo (67 atletas de 68).

Apesar destas baixas ficou em quarto no quadro de medalhas, com 19 ouros.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo