Esporte

Uruguai goleia Paraguai e assume liderança das eliminatórias; Argentina tropeça

06/09/2016 23h03

Montevidéu, 7 Set 2016 (AFP) - O Uruguai goleou por 4 a 0 o Paraguai, nesta terça-feira em Montevidéu, pela 8ª rodada das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo-2018, e recuperou a liderança da competição continental, beneficiado pelo empate em 2 a 2 da Argentina, sem Lionel Messi, com a Venezuela.

Os jogadores uruguaios viveram noite espetacular no estádio Centenário de sua capital, onde não perdem desde 2009.

Com quatro gols, a equipe do técnico Oscar Tabárez somou três pontos muito valiosos que permitem recuperar a liderança das eliminatórias para a Copa do Mundo da Rússia-2018, que haviam perdido no confronto direto com a Argentina na semana passada (1-0).

Diferentemente do duelo contra os rivais argentinos, a dupla da ataque uruguaia, formada pelo astro do Barcelona Luis Suárez, autor de grande jogo, e o atacante do Paris Saint-Germain Edinson Cavani, deu frutos.

Cavani abriu o placar logo aos 19 minutos de jogo, com passe de Suárez, e Cristian Rodríguez ampliou de cabeça após cobrança de escanteio, aos 43.

Ainda deu tempo de sair o terceiro gol uruguaio antes do intervalo.

Suárez, que infernizou a zaga paraguaia durante toda a partida, recebeu na ponta esquerda, invadiu a área, protegeu a bola de dois marcadores e acabou sofrendo carrinho infantil de Pablo Aguilar. O próprio 'Pistoleiro' foi para a cobrança e não desperdiçou.

Sem deixar o ritmo cair, o Uruguai voltou com tudo para o segundo tempo e Suárez continuou impossível, dando outro presente para Cavani ampliar.

Na jogada, aos 8 minutos, o atacante do Barcelona ganhou na força da zaga, levou para a linha de fundo e cruzou na medida para o centro-avante do PSG cabecear sem goleiro.

- Sem Messi, Argentina tropeça -A vitória foi contundente, mas para recuperar a liderança das eliminatórias, o Uruguai, que chegou a 16 pontos, precisava torcer por um tropeço da Argentina.

O tropeço veio em Mérida, na Venezuela, onde a seleção anfitriã começou surpreendendo os argentinos, abrindo 2 a 0 com gols de Juanpi, aos 35 minutos de jogo, e Martínez, aos 18 do segundo tempo.

Jogando sem seu craque Lionel Messi, cortado depois de sentir dores no adutor, a Argentina precisou contar com jogadas de bola parada para empatar o jogo e salvar um ponto.

O atacante do Atlético Mineiro Lucas Pratto diminuiu o prejuízo aos 13, finalizando duas vezes de dentro da área para marcar, e o zagueiro Nicolás Otamendi deixou tudo igual desviando escanteio cobrando rasteiro por Di Maria a cinco minutos do apito final.

Com o resultado, a Argentina caiu uma posição na tabela e aparece na 2ª colocação com 15 pontos, enquanto os venezuelanos seguem na lanterna das eliminatórias, agora com dois pontos.

- Chile se complica -O empate para a Argentina foi ruim, mas não foi desastroso. Para o Chile, porém, o 0 a 0 desta terça-feira em Santiago contra a fraca Bolívia (8ª com 7 pontos) foi péssimo.

Derrotadas em Assunção pelos paraguaios na quinta-feira, os chilenos tinham tudo para se recuperar na competição diante de sua torcida, mas voltaram a penar pela falta de pontaria e terminam a 8ª rodada das eliminatórias fora da zona de classificação, na 7ª colocação com 11 pontos, um a menos que o Paraguai (6º).

Completam a rodada ainda nesta terça-feira Brasil e Colômbia, que se enfrentam em Manaus, e Peru e Equador, que jogam em Lima.

am

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo