Esporte

CPI pede a Belarus que cesse protestos contra exclusão da Rússia dos Jogos Rio-2016

08/09/2016 16h13

Rio de Janeiro, 8 Set 2016 (AFP) - O Comitê Paralímpico Internacional (CPI) anunciou que revogou nesta quinta-feira a credencial de um membro da delegação de Belarus por um "protesto político" contra a decisão de excluir a Rússia dos Jogos Rio-2016 e alertou que haverá consequências caso esta postura continuar.

O dirigente bielorrusso ergueu uma bandeira russa durante o desfile das delegações na cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos, na quarta-feira no Maracanã.

"Mostrar uma bandeira de uma nação que não é uma bandeira de sua nação, e uma bandeira de uma nação que não está aqui, sim, consideramos que é um protesto político. A isso se une o fato do presidente do comitê paralímpico de Belarus ter sido muito crítico" à decisão de suspender a Rússia, explicou à AFP Craig Spence, diretor de comunicações do CPI.

"O protesto político não é permitido nos Jogos Paralímpicos. Se continuarem, vamos nos reunir novamente e decidir que ação tomar", completou.

A poderosa delegação russa, segunda colocada no quadro de medalhas em Londres-2012, foi excluída dos Jogos Rio-2016 devido ao grande escândalo de doping com participação do Estado.

jmy-jt/cl/am

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo