Esporte

Bayern começa campanha na Champions com goleada de 5-0 sobre Rostov

13/09/2016 19h32

Munique, Alemanha, 13 Set 2016 (AFP) - O novo Bayern de Munique do técnico italiano Carlo Ancelotti deu início à campanha da Liga dos Campeões goleando por 5 a 0 o Rostov, em duelo válido pela 1ª rodada do grupo D da competição.

A superioridade da equipe alemã foi facilmente vista no placar do jogo e nos números de posse de bola (72% para o Bayern).

O atacante polonês Robert Lewandowski abriu o placar em cobrança de pênalti que ele mesmo sofreu aos 28 minutos de jogo.

Thomas Muller ampliou nos acréscimos do primeiro tempo para os bávaros, se adiantando à marcação para empurrar para as redes um cruzamento do austríaco David Alaba.

No segundo tempo, Joshua Kimmich, de 21 anos, imitou Muller, tocando para o gol cruzamento rasteiro vindo da esquerda, aos 9, e marcou o quarto gol do Bayern seis minutos depois, de cabeça.

O espanhol Juan Bernat fechou a goleada alemã com um gol aos 45.

"Fizemos um grande jogo, abrimos o placar cedo e isso resultou em espaços no ataque e mais chances de gol", analisou Ancelotti, que busca dar ao Bayern seu primeiro título de Champions desde 2013.

Com este resultado, o Bayern de Munique provou que é sério candidato ao título e confirmou o perfeito início de temporada, no qual venceu todos os jogos que disputou em quatro competições diferentes (Supercopa, Bundesliga, Copa da Alemanha e Champions), isso tudo sem sofrer um gol sequer.

- Atlético vence na Holanda -Na outra partida do grupo D, o Atlético de Madri, atual vice-campeão da Champions, comprovou o favoritismo e venceu na estreia por 1 a 0 o PSV Eindhoven, se mantendo na cola do Bayern de Munique com três pontos.

Os comandados de Diego Simeone não tiveram vida fácil na Holanda, onde na temporada passada já haviam sofrido nas oitavas de final contra o mesmo PSV (0-0, 0-0, vitória nos pênaltis).

"Eles têm medo de nós", afirmou na segunda-feira o técnico do PSV, Phillip Cocu.

Durante boa parte do jogo, a afirmação do técnico holandês e confirmou. Sem Yannick Carrasco nem Fernando Torres, o Atlético se mostrou prudente em campo.

O PSV aproveitou para pressionar em busca da abertura do placar e chegou a marcar logo aos 3 minutos de jogo, mas o gol foi anulado por impedimento.

Antes do intervalo, os holandeses ainda perderam um pênalti, com o goleiro Jan Oblak defendendo a cobrança de Andres Guardado.

No segundo tempo, depois da bronca de Simeone no intervalo, o Atlético voltou melhor e acabou aproveitando uma das únicas chances que criou, com Saúl anotando o gol da importante vitória num chute da entrada da área, após sobra de um escanteio.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo