Esporte

City e Bayern perdem 100% de aproveitamento na temporada; Barça vence de virada

28/09/2016 18h52

Paris, 28 Set 2016 (AFP) - Donos das duas campanhas mais impressionantes da Europa neste início de temporada, o Manchester City e o Bayern de Munique perderam os 100% de aproveitamento diante de Celtic (1-1) e Atlético de Madri (1-0), enquanto o Barcelona precisou suar para superar o Monchengladbach, nesta quarta-feira na Liga dos Campeões.

Desde que trocaram de técnicos na pré-temporada, City e Bayern não sabiam sequer o que era empatar.

No comando do time inglês, Pep Guardiola chegou ao duelo contra o Celtic esbanjando um currículo de 10 vitórias em 10 jogos, mas acabou encontrando pelo caminho um time escocês que por três vezes ficou à frente do placar, mas acabou cedendo o empate em 3 a 3.

Em Madri, o Bayern sabia que teria vida muito difícil contra o Atlético, atual vice-campeão europeu e seu carrasco na edição anterior da Champions.

Com oito vitórias nas oito primeiras partidas no comando do clube bávaro, um recorde para o clube, Carlo Ancelotti apostava na força de sua equipe para manter a sequência positiva na temporada, mas acabou sendo vítima do taticamente perfeito Atlético de Diego Simeone, que levou a melhor vencendo por 1 a 0.

Já o Barça, sem o lesionado Lionel Messi, aproveitou o tropeço do City no grupo C para assumir a liderança da chave. Para isso precisou virar a partida sobre o Borussia Monchengladbach (2-1), contando com um Neymar decisivo nos passes.

Grupo A: Arsenal e PSG confirmam favoritismosOs favoritos venceram, mas enquanto o Arsenal superou sem sustos o Basel, ganhando por 2 a 0 com dois gols de Theo Walcott, o Paris Saint-Germain precisou virar a partida sobre o modesto Ludogorets na Bulgária.

O time búlgaro chegou a assustar o gigante parisiense, abrindo o placar em bela cobrança de falta do brasileiro Natanael, ex-Atlético Paranaense. O PSG, porém, deixou tudo igual antes do intervalo com Blaise Matuidi e virou no segundo tempo com dois gols do uruguaio Edinson Cavani, o último com direito a passe do brasileiro Lucas.

Com os dois gols, o 'Matador' uruguaio se juntou aos argentinos Lionel Messi e Sergio Aguero na artilharia da Champions, somando três gols, e ajudou o PSG a se recuperar na competição, dividindo agora a liderança do grupo A com 4 pontos, depois de empatar na estreia em casa com o time inglês (1-1).

Ludogorets (BUL) - Paris SG (FRA) 1 - 3

Arsenal (ING) - Basel (SUI) 2 - 0

Classificação: Pts J V E D GP GS

1. Paris SG 4 2 1 1 0 4 2

2. Arsenal 4 2 1 1 0 3 1

3. Ludogorets 1 2 0 1 1 2 4

4. Basel 1 2 0 1 1 1 3

Grupo B: Napoli atropela Benfica e disparaNo duelo entre as duas maiores forças do grupo B, o Napoli venceu com facilidade o Benfica por 4 a 2 e segue mostrando que não tem sentido falta do atacante argentino Gonzalo Higuaín, que trocou o clube do sul da Itália na pré-temporada para se juntar à Juventus.

Em dia inspirado do belga Dries Mertens, autor de dois gols, os napolitanos não tomaram conhecimento do atual campeão português, disparando na liderança da chave com perfeitos 6 pontos. Marek Hamsik e Arkadiusz Milik, substituto de Higuaín, fizeram os outros gols italianos, enquanto Gonçalo Guedes o argentino Eduardo Salvio diminuíram para o Benfica quando a partida já estava decidida.

Além da péssima atuação, o clube português precisa ficar atento com sua situação em uma chave na qual tinha tudo para se classificar sem grandes dificuldades, já que após duas rodadas aparece na lanterninha com apenas um ponto.

O Besiktas turco é segundo colocado com 2 pontos, depois de empatar em casa em 1 a 1 com o Dínamo de Kiev, que soma um ponto.

Besiktas (TUR) - Dínamo de Kiev (UCR) 1 - 1

Nápoles (ITA) - Benfica (POR) 4 - 2

Classificação: Pts J V E D GP GS

1. Napoli 6 2 2 0 0 6 3

2. Besiktas 2 2 0 2 0 2 2

3. Dínamo de Kiev 1 2 0 1 1 2 3

4. Benfica 1 2 0 1 1 3 5

Grupo C: Barcelona vence de virada, City empataDepois de golearam nas respectivas estreias Celtic e Borussia Monchengladbach por 7 a 0 e 4 a 0, Barcelona e Manchester City inverteram os adversários para a segunda rodada e tudo indicava que alcançariam placares amplos novamente. Não foi isso que aconteceu.

Sem Lionel Messi, lesionado, o Barça encontrou muita dificuldade para superar o 'Gladbach' na Alemanha, precisando virar a partida no segundo tempo com gols de Arda Turan e Gerard Piqué, depois de Thorgan Hazard, irmão mais novo de Eden, do Chelsea, abrir o placar no primeiro tempo.

Enquanto Neymar e Suárez se esforçavam para buscar os três pontos na Alemanha, o City de Pep Guardiola sofria na Escócia para correr atrás do empate três vezes com o Celtic, em jogo alucinante que terminou 3 a 3.

O francês Moussa Dembele foi o destaque do Celtic, com dois gols, enquanto o City conseguiu arrancar um empate graças aos gols do brasileiro Fernandinho, Nolito e de Raheem Sterling, que também marcou um contra.

Os resultados acabaram sendo ótimos para o Barcelona, que mantém a liderança da chave, agora de maneira isolada, enquanto o City, 2º com 4 pontos, perdeu os 100% de aproveitamento na temporada. O time de Guardiola havia vencido as 10 primeiras partidas em todas as competições.

A rodada foi emocionante, mas a próxima promete ainda mais. No dia 19 de outubro, com o reencontro de Guardiola com Camp Nou para o choque Barça-City, um dos duelos mais esperados da fase de grupos da Liga dos Campeões.

B. Moenchengladbach (ALE) - Barcelona (ESP) 1 - 2

Celtic (SCO) - Manchester City (ING) 3 - 3

Classificação: Pts J V E D GP GS

1. Barcelona 6 2 2 0 0 9 1

2. Manchester City 4 2 1 1 0 7 3

3. Celtic 1 2 0 1 1 3 10

4. B. Moenchengladbach 0 2 0 0 2 1 6

Grupo D: Atlético mostra sua força no CalderónEnquanto Barça e City não se enfrentam, outra partida de enorme destaque da fase de grupos da Champions foi realizada no estádio Vicente Calderón entre Atlético e Bayern de Munique, um reencontro de duas equipes que fizeram uma das semifinais da última edição da competição.

Assim como na temporada passada, a vitória acabou ficando com o clube espanhol, que mostrou sua força jogando diante de sua torcida.

Com gol do belga Yannick Carrasco, e apesar de pênalti perdido pelo francês Antoine Griezmann, o Atlético venceu por 1 a 0, mostrou sua força em casa e acabou com a campanha perfeita de Carlo Ancelotti à frente do Bayern, com o qual havia vencido as oito primeiras partidas na temporada, um recorde no clube bávaro.

Já com pouquíssimas chances de avançar as oitavas de final, devido à enorme superioridade de Atlético e Bayern, os azarões Rostov e PSV sequer aproveitaram o embate direto entre os favoritos, empatando em 2 a 2 na outra partida da chave.

Com esses resultados, o Atlético de Madri aparece na liderança isolada do grupo com 6 pontos, três a mais que o rival Bayern. PSV (3º) e Rostov (4º) somam um pontinho.

Rostov (RUS) - PSV Eindhoven (HOL) 2 - 2

Atlético de Madri (ESP) - Bayern de Munique (ALE) 1 - 0

Classificação: Pts J V E D GP GS

1. Atlético de Madri 6 2 2 0 0 2 0

2. Bayern de Munique 3 2 1 0 1 5 1

3. PSV Eindhoven 1 2 0 1 1 2 3

4. Rostov 1 2 0 1 1 2 7.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo