Esporte

Wilson pega 2 pênaltis e coloca Coxa nas quartas da Sul-Americana

29/09/2016 00h37

Córdova, Argentina, 29 Set 2016 (AFP) - Com atuação heroica do goleiro Wilson, o Coritiba garantiu a classificação para as quartas de final da Copa Sul-Americana de forma heroica ao bater o Belgrano nos pênaltis (4-3), nesta quarta-feira, em Córdoba, na Argentina, após vencer por 2 a 1 no tempo normal, devolvendo o placar da partida de ida.

No estádio Mario Kempes, Claudio Bieler abriu o placar para o time da casa com um golaço de bicicleta aos 29.

O Coxa conseguiu a virada com dois gols de cabeça, marcados por Iago, aos 42 do primeiro tempo, e Nery Bareiro, aos 19 da etapa final.

Na disputa de pênaltis, Leandro errou a primeira cobrança, mas Wilson garantiu a vaga ao defender os chutes de Luna e Gastón Suárez.

Além de pegar os dois pênaltis, o próprio Wilson também foi para a marca do cal e converteu a última cobrança alviverde.

Nas quartas, o Coritiba terá um adversário duríssimo, o Atlético Nacional de Medellín.

Atual campeão da Libertadores, o time colombiano eliminou na terça-feira o Sol de América, do Paraguai, com vitória por 2 a 0 em casa, depois do empate em 1 a 1 na partida de ida, em Assunção.

Depois de derrota por 2 a 1 no Couto Pereira, o Coxa estava numa situação delicadíssima, mas o técnico Paulo César Carpegiani foi para o tudo ou nada, colocando quatro atacantes em campo. Vinícius e Iago atuaram ao lado de Kazim e Leandro, no lugar dos volantes Ícaro e Yan, titulares na partida de ida.

No total, foram quatros mudanças, já que o treinador também trocou os dois laterais, tirando Dodô e Carlinhos para as entradas de Juan e Benítez.

Mesmo assim, encher o time de atacantes não é garantia de gol, e o Coxa teve um começo de jogo complicado. Com o meio de campo totalmente dominado pelo Belgrano, a bola não chegava até os jogadores de frente.

- Coxa acorda depois do gol -Empurrado pelos 55.000 'piratas' que lotaram o estádio Mario Kempes, o time argentino começou pressionando e criou boa chance logo no primeiro minuto de jogo.

O zagueiro paraguaio Nery Bareiro quase marcou contra ao desviar um longo lançamento na área do Coxa, mas Wilson estava atento e espalmou para escanteio.

O primeiro chute a gol do Coxa saiu apenas aos 13, um disparo sem direção de João Paulo que foi para na arquibancada.

Dois minutos depois, Matías Suárez quase marcou um golaço a favor do Belgrano. O atacante de 28 anos, que teve passagem no Anderlecht, da Bélgica, recebeu pelo alto, dominou no peito e tentou uma bicicleta, mandando a bola rente ao travessão.

Aos 31, Bieler teve mais pontaria que Suárez e conseguiu, sim, fazer um lindo gol de bicicleta. Em cobrança de escanteio, a defesa do Coritiba ficou às moscas, e a bola sobrou na pequena área para o experiente atacante argentino, que conseguiu o gesto perfeito para mandar a bola nas redes.

O gol acordou o Coxa, que tentou reagir logo em seguida, com um chute de Nery Bareiro que explodiu no travessão.

O time paranaense teve outra grande chance de empatar aos 35, com cabeceio de Alan Santos que a zaga tirou em cima da linha.

O Coritiba começou a crescer na partida, impondo seu toque de bola, e foi recompensado aos 42. Em jogada bem construída, Benítez cruzou da direita, Iago subiu no meio da zaga para cabecear e calou a torcida 'pirata'. Com o placar em 1 a 1, bastava um gol do Coxa para levar o confronto para os pênaltis.

- Wilson acaba com os 'piratas' -O bom momento do Coritiba continuou depois do intervalo, mas Alan Santos deixou o time argentino muito perto do segundo gol aos 7, quando recuou errado e viu Suárez ficar cara a cara com Wilson, que acabou levando a melhor.

Carpegiani fez a primeira mudança aos 17, colocando Carlinhos no lugar de Vinícius.

O segundo gol do Coxa saiu dois minutos depois, mais uma vez de cabeça, quando Nery Bareiro subiu mais alto que todo mundo em cobrança de escanteio de Juan.

Kazim quase marcou o terceiro aos 24, em falha incrível da zaga argentina, mas o goleiro Olavo fez uma defesa milagrosa para salvar os 'Piratas'.

Carpegiani tentou a última cartada a dez minutos do fim, tirando Iago e Kazim para a entrada de Bernardo e César Gonzalez.

A escolha foi acertada, já que ambos converteram suas cobranças de pênalti, assim como Juan e o Wilson, grande herói da classificação, que pegou os últimos dois chutes do time argentino e colocou o Coxa nas quartas de final.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo