Esporte

Buffon falha, mas Itália arranca empate com Espanha nas eliminatórias

06/10/2016 19h12

Turim, Itália, 6 Out 2016 (AFP) - O duelo de velhos conhecidos entre Itália e Espanha terminou empatado em 1 a 1, nesta quinta-feira, em Turim, pela segunda rodada do grupo G das eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

O atacante Vitolo colocou à 'Roja' à frente aos 10 minutos do segundo tempo, ao aproveitar uma falha do goleiro veterano Gianluigi Buffon, que deu uma furada monumental ao sair do gol.

Os espanhóis quase deram o troco na eliminação nas oitavas de final da Eurocopa (2-0), mas o também veterano Daniele De Rossi arrancou o empate da 'Nazionale' aos 37, ao converter um pênalti sofrido pelo brasileiro naturalizado italiano Éder.

"Tivemos uma boa atuação, mas sabemos que a Itália é uma seleção forte. Jogamos com personalidade e ambição e estamos no caminho certo", comentou o técnico espanhol Julen Lopetegui, que substituiu o emblemático Vicente Del Bosque depois da Euro.

Com o resultado, as duas seleções somam mesmos quatro pontos, com a Espanha na vice-liderança e a Itália em terceiro lugar pelo saldo de gols (8 contra 2).

A Albânia, que já havia surpreendido a todos ao garantir sua vaga para a Euro-2016, assumiu a ponta ao derrota o Liechtenstein por 2 a 0.

No Juventus Stadium, o técnico espanhol Julen Lopetegui surpreendeu a escalar Vitolo como titular, deixando no banco Álvaro Morata, que conhece muito bem o estádio por ter defendido a 'Velha Senhora' nas últimas duas temporadas.

- Revelação do Torino muda o jogo -O primeiro tempo foi truncado, com muita pancadaria e pouco espetáculo. O lateral espanhol Jordi Alba saiu lesionado, aos 22, e Montolivo também se machucou aos 30.

A Espanha chegou a ter 75% de posse de bola, sem conseguir concretizar esse domínio em chances de gol.

Os visitantes só acharam uma brecha na defesa italiana no início da segunda etapa, em uma das raras falhas de Buffon, que disputava aos 38 anos sua 164ª partida com a 'Azzurra'.

Vitolo recebeu longo lançamento de Busquets, o goleiro saiu para tentar tirar a bola na entrada da área, mas deu uma furada monumental, deixando o atacante do Sevilla chutar para o gol vazio.

"Até o melhor goleiro do mundo pode cometer erros. Ele não é uma máquina, essas coisas acontecem. Não estou surpreso com a nossa reação, faz parte do nosso DNA", declarou De Rossi depois da partida.

Cansados depois de correr atrás da bola o tempo todo, os donos da casa melhoraram com as entradas de Immobile e Belotti, que deram um novo gás ao ataque italiano.

Faltando oito minutos para o fim da partida, Belotti, autor de um grande início de temporada com o Torino, grande rival da Juve na cidade de Turim, cruzou na medida para Éder, que foi derrubado na área por Sergio Ramos.

De Rossi converteu e salvou a Itália de uma derrota que teria sido merecida, tanto a Espanha dominou a partida.

"Isso é Itália, sempre tem uma vida a mais e te leva ao limite", resumiu Lopetegui.

"Melhoramos no segundo tempo, com mudanças acertadas. Esse jogo nos ensina muita coisa", disse por sua vez o técnico Giampiero Ventura.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo