Esporte

Itália vence de virada com 2 de Immobile ; Espanha passeia

09/10/2016 18h24

Shkodër, Albânia, 9 Out 2016 (AFP) - A seleção italiana passou um tremendo sufoco, mas acabou derrotando a Macedônia fora de casa por 3 a 2, neste domingo, com dois gols marcados por Immobile nos minutos finais, enquanto a Espanha obteve uma vitória mais tranquila no campo da Albânia.

Com esses resultados, a seleção espanhola assumiu a liderança do grupo G das eliminatórias europeias para a Copa do Mundo de 2018, com os mesmos sete pontos dos italianos e um saldo de gols muito superior (7 contra 3).

A Albânia, que tinha vencido seus dois primeiros jogos, ficou em terceiro, com seis, mesma pontuação de Israel, que mais cedo teve certa dificuldade para derrotar o lanterninha Liechtenstein (2 a 1)

Depois de empatar em 1 a 1 no choque entre os grandes favoritos do grupo, em Turim, Itália e Espanha viajaram aos Balcãs em busca da segunda vitória nesses eliminatórias, mas a 'Nazionale' teve muito mais trabalho para somar os três pontos, apesar de enfrentar um adversário em teoria bem inferior ao da 'Roja'.

Na Phillip II Arena de Skopke, os italianos começaram muito bem, abrindo o placar logo aos 24 minutos de jogo, com um belo chute de primeira do jovem atacante Andrea Bellotti, de 22 anos, revelação do 'Calcio' com o Torino.

A vitória parecia encaminhada sem grandes sustos, mas os visitantes sofreram um 'apagão' no início do segundo tempo, deixando a Macedônia virar o jogo com dois gols em dois minutos.

Nesterovski empatou aos 12, ao aproveitar um recuo errado de Verratti, e ainda deu ótimo passe de primeira para Hasani anotar o segundo, aos 14.

A Itália sentiu o golpe, mas acabou reagindo graças à dupla Candreva-Immobile. Aos 30, o primeiro cruzou rasteiro para o segundo, que emendou de primeira para as redes.

Candreva voltou a ser decisivo com um cruzamento nos acréscimos, desta vez pelo alto, e Immobile cabeceou para o gol para garantir a vitória italiana.

- Sergio Ramos sente o joelho -Já a Espanha dominou sua partida de ponta a ponta, no seu estilo caraterístico, com muita posse de bola, mas às vezes pecando na finalização.

Os dois gols acabaram saindo no início do segundo tempo. Aos 10, o brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa abriu o placar ao completar para as redes um ótimo passe de David Silva, que recebeu longo lançamento de Busquets. O sergipano marcou seu terceiro gol em três jogos nessas eliminatórias.

Nolito selou a vitória espanhola aos 18, em grande jogada individual.

"Pode parecer fácil, mas foi um jogo muito complicado. A Albânia tem uma boa equipe e sabe o que está fazendo. Fomos à altura e essa vitória chega em boa hora", comemorou o atacante do Manchester City, que deixou sua marca pouco depois de entrar no lugar de Vitolo, autor do gol contra a Itália na quinta-feira.

O único ponto negativo para a Espanha foi a lesão do capitão Sergio Ramos, zagueiro do Real Madrid, que sentiu dores no joelho depois de uma dividida aérea, e precisou ser substituído por Inigo Martinez a dez minutos do fim.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo