Esporte

Argentina perde em casa para o Paraguai e se complica nas eliminatórias

11/10/2016 23h32

Córdova, Argentina, 12 Out 2016 (AFP) - A seleção argentina voltou a decepcionar na ausência de Lionel Messi ao sofrer derrota por 1 a 0 em casa para o Paraguai, nesta terça-feira, em Córdoba, enquanto o Chile reagiu ao vencer o Peru por 2 a 1 em Santiago, com dois gols de Arturo Vidal.

Com esse resultados, a Argentina se manteve em quinto lugar, sinônimo de repescagem, mas viu encostar seus perseguidores. Ficou com 16 pontos, contra 15 do Paraguai e 14 do Chile.

A Argentina poderia ter aproveitado os empates de Equador (2-2 com Bolívia) e Colômbia (1-1 com Uruguai), mas deixou os rivais em terceiro e quarto lugar, respectivamente, com os mesmos 17 pontos.

"Estamos tristes e amargos, pensando em tudo que vem por aí. O futebol te castiga quando você não concretiza as chances de gol. Acabamos pagando caro", lamentou o técnico Edgardo Bauza.

Em Córdoba, os 'Hermanos' dominaram a partida, mas foram vítimas de um contra-ataque letal, que resultou no gol de Derlys González, aos 18 minutos de jogo.

A 'Albiceleste' tentou de tudo para reverter o prejuízo, mas não teve jeito. Rojo viu um gol anulado, Di María acertou a trave e até 'Kun' Agüero perdeu pênalti, no início do segundo tempo.

Na próxima rodada, os argentinos esperam contar com Messi de volta para dar a volta por cima, mas terão confrontos complicados, como o clássico contra o Brasil, no dia 10 de novembro, no Mineirão, e o duelo com a Colômbia, cinco dias depois, em San Juán.

Ao contrário da Argentina, o Chile contou com sua grande estrela, o meia Arturo Vidal, que foi decisivo no 'Clássico do Pacífico'.

Atual bicampeã da Copa América, a 'Roja' entrou em campo sob pressão no estádio Nacional de Santiago e não teve vida fácil contra Paolo Guerrero e companhia.

Vidal abriu o placar de cabeça aos 9 minutos de jogo, mas Edinson Flores deixou tudo igual para o Peru aos 30 da etapa final, com um belo chute de trivela.

Um empate comprometeria as chances do Chile de disputar a Copa, mas Vidal voltou a brilhar aos 39. O meia do Bayern de Munique girou para cima do marcador e finalizou da entrada da área, deixando a torcida respirar aliviada.

"Por essa camisa, eu faria qualquer coisa. Estou feliz por termos reencontrado a vitória, porque nossa equipe merece", comemorou o herói da noite.

A dois pontos da zona de classificação, a seleção chilena continua em sétimo, mas mantém chances de ir à Rússia em 2018, e não apenas em 2017, para a Copa das Confederações.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo