Esporte

Ampliação do número de seleções da Copa na pauta da reunião da Fifa

12/10/2016 12h18

Zurique, Suíça, 12 Out 2016 (AFP) - A decisão final sobre o número países participantes da Copa do Mundo a partir de 202 só deve ser tomada em 2017, mas a reunião do Conselho da Fifa, na quinta e sexta-feira em Zurique, pode ser mais um passo rumo a uma ampliação de 32 para 48 seleções.

"Não é um segredo para ninguém. Eu acredito numa expansão do Mundial", lembrou na semana passada Gianni Infantino, presidente da Fifa, em entrevista exclusiva à AFP.

"É possível pensar em uma Copa do Mundo com 48 equipes que seria de fato um formato com 32, porque observamos que o ideal é com 32 equipe", argumentou.

Uma Copa com 48 seleções mantendo o formato com 32: parece que a conta não fecha.

Na verdade as 16 melhores equipes das eliminatórias estarão classificadas diretamente para a fase de grupos, e as demais 32 disputarão uma fase preliminar de mata-mata.

Desta forma, os 16 'sobreviventes' se juntam aos 16 pré-classificados, mas os outros vão para casa depois de disputar apenas uma partida, um desafio e tanto em termos de logística.

"Isso abre oportunidades para mais países", argumentou Infantino, que antes preferia um outro modelo, com 40 equipes, que continua em pauta e também será avaliado pelos 36 membros do Conselho da Fifa, que antes era conhecido como o Comitê Executivo.

- TVs vão bater o martelo -A ideia de um Mundial com 48 seleções gera muitos questionamentos, mas ganhou um apoio de peso, Diego Maradona. "Eu terei uma conversa com Infantino em breve, mas acho positivo ter mais países participantes", declarou o ex-craque argentino na segunda-feira, em Roma.

O presidente da Fifa confirmou que a ampliação do número de equipes "será abordada na reunião dos dias 13 e 14 de outubro", mas deixou claro que a decisão final deve ser tomada "certamente no ano que vem".

"Temos que avaliar qual será o impacto no futebol mundial", resumiu.

De acordo com um especialista em marketing que trabalhou por muitos anos na Uefa, o sucessor de Joseph Blatter esse projeto atende "a necessidade de desenvolver a renda ligada aos direitos de transmissão".

"Mas o formato com 48 equipes parece complicado. Talvez seja uma estratégia para obter um acordo para 40 equipes", analisou essa fonte.

"A decisão final sobre o novo formato da Copa do Mundo será tomada em função das televisões detentoras dos direitos de transmissão", explicou um membro do Conselho da Fifa, que também preferiu manter o anonimato.

- Infantino na zona mista -Outro assunto em pauta do Conselho será o conflito entre Israel e Palestina, que também se estende aos campos de futebol.

Em uma carte enviada ao presidente da Fifa na segunda-feira, a Federação Palestina pediu para que a entidade não reconheça as partidas de clubes israelenses disputadas em Colônias na Cisjordânia ocupada, alertando para violações do direito internacional.

Infantino garantiu na semana à AFP que a resolução desse problema era "uma das suas prioridades.

O conflito também afeta a realização próximo congresso da Fifa, previsto para maio de 2017, que acontecerá no continente asiático.

Em agosto, a cidade de Kuala Lumpur, capital da Malásia desistiu de receber o evento, porque o país, de maioria muçulmana, se recusa a conceder vistos a representantes de Israel.

Preocupado em renovar a imagem da Fifa depois dos escândalos de corrupção que mancharam o fim do mandato de Blatter, Infantino resolveu mudar o protocolo.

Ao invés da tradicional entrevista coletiva que marca o fim do Conselho, o dirigente preferiu montar um esquema de zona mista, como acontece nos jogos de futebol, quando os atletas passam em um corredor para conversar com jornalistas em grupos separados.

Ou seja: ele optou por responder às perguntas por menos tempo, e de maneira mais informal.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo